11.24.2011

Mais uma distinção para uma personalidade da nossa região

Com a devida vénia à Rádio Sines, aqui divulgamos esta notícia:
José António Falcão condecorado pelo Presidente da República Francesa
O Presidente da República Francesa, Nicolas Sakorzy, condecorou José António Falcão, director do Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja, com a "Medalha da Juventude e dos Desportos". A distinção atribuída premeia a intervenção do investigador no estudo do Caminho de Santiago, um trabalho que se tem traduzido, à escala europeia, na mobilização das comunidades locais para a defesa das vias de peregrinação a Santiago de Compostela
.
Este acto decorreu numa pequena cermónia na Embaixada de França, com a presença de algumas personalidades do Alentejo, como por exemplo o Sr. Bispo de Beja, o vereador da Cultura da Câmara Municipal de Beja, o Arq. Francisco Lobo de Vasconcellos, o Arq. Ricardo Pereira, o Dr. Luis do Ó, o Eng. Gomes da Silva, entre outros.

26 comentários:

Maria Antónia Silva disse...

Penso que é merecido, porque o Dr. Falcão tem feito muito pela região só tenho pena de não ser mais acarinhado no concelho de Santiago do Cacém ao nível municipal. Temos igrejas lindissimas por todo o concelho, que se houvesse mais abertura da CM de Santiago podiam estar mais aprumadas e terem um roteiro bem feito para também ajudar a divulgar o concelho. Parabéns Dr. Falcão.

João Pedro Mendes Monteiro disse...

É muito positivo que o Alentejo Litoral seja lembrado por serviços prestados às causas do património, da natureza, da cultura e do turismo, como é o caso desse grande entusiasta de defensor do Alentejo que é o Prof. José António Falcão. Merecida distinção do estado francês, imposta pelo seu repersentante máximo em lisboa, em nome de sarkozy. Bravo!

Ana luísa disse...

Parabéns a Santiago do cacém e ao Alentejo por tão ditoso feito. O prof. Falcão é um génio da cultura!

lopes disse...

Viu-se lá alguém das Câmaras, que tanto devem a acção do Dr. falcão e da Diocese de Beja?
Não, mas viram-se, pelos nomes referidos, sempre os mesmos, que fazem algo pela região, desinteressadamente.

Eduardo Costa disse...

Aproveito esta oportunidade para enviar os meus sinceros parabéns ao Prof. Dr. José António Falcão pela condecoração em nome da causa do património da região, pela qual tem lutado todos estes anos. Não desista caro José António Falcão, porque o seu trabalho tem dado frutos. Um abraço também ao Arqtº Francisco Lobo de Vasconcellos outro grande amigo do concelho de Santiago e do património da região.

Anónimo disse...

Desinteressadamente...!!!???

Anónimo disse...

O Dr. Falcão ou o Arquitecto Lobo de Vasconcellos davam um bom presidente para a câmara de Santiago. São duas pessoas de Santiago que amam a nossa terra. São pessoas de grande prestigio e com uma imagem imaculada de seriedade e competência. Muitos parabéns Dr. Falcão por mais esta condecoração.

lopes disse...

Oh anónimo das 10.16...sim desinteressadamente.
Ou quer colocar aqui alguns exemplos interesseiros desta gente?

Miguel Lopes

Anónimo disse...

Mais uma distinção para uma personalidade da nossa região, e perfeitamente merecida. Ainda bem que há quem reconheça o valor e o trabalho do Prof. José António Falcão, que tem dedicado a sua vida a este concelho e ao baixo alentejo.

Anónimo disse...

Senhor Lopes...o sr. acredita no que quiser...
Acha portanto que é só por amor à camisola.?!
Eu podia enumerar-lhe alguns exemplos "interesseiros", mas apelo à sua inteligência...!!!
Com isto não ponho em causa a competência e dedicação da personagem referida.

Rita Ferreira disse...

Eu como não passo cartão a bocas que revelam inveja e insinuações torpes, opto por destacar a importância de José António Falcão para o património da região e a sua mais que merecida condecoração, que é apenas mais uma entre muitas. Muitos Parabéns José António Falcão!!!!!

Francisco do Ó disse...

Há muito que venho seguindo o importante trabalho feito pelo prof. doutor José António Falcão a favor do Alentejo e, muito particularmente, da nossa região. Para ele vão os meus parabéns. Gostei sobretudo de o ouvir dizer, aos microfones da Renascença, que a meta é colocar a terra alentejana nas rotas internacionais criadas pela UNESCO, como o Caminho de Santiago. Uma tarefa nada fácil. Sei também que ele tem tragado algumas desconsiderações por parte da actual equipa municipal, mas fê-lo com desportivismo. Ainda bem que há pessoas, como ele, que amam a sua terra, sem dela esperarem mais do que a amizade de sempre.

Anónimo disse...

Sobre Santiago e as entidades oficiais camarárias...só tenho a dizer o seguinte:
- Dia 1 de Dezembro foi o 164º aniversário da colectividade mais ANTIGA do País...SOCIEDADE HARMONIA...
Houve uma pequena festa...NÃO APARECEU NINGUÉM DA CÂMARA...
UMA VERGONHA...NÃO PRESTAM MESMO...!
NEM DA RÁDIO LOCAL - Que são subsidiados pela Câmara...Fazem o jogo PORCO, DA POLITICA CDU/PCP...!

Anónimo disse...

Se há alentejano que tem feito muito pela sua terra o Prof. Falcão está na linha da frente.
A sacanice que a corja maquiavelica dos responsaveis municipais da Câmara de Santiago têm feito, muitas vezes só porque o beija-mão não é feito, todos nós sabemos.
Perante todo este cenário, o Prof. Falcão vai deixar obra feita que por muitos anos será recordada e a corja passados anos nunca mais será recordada.
Escreveu-se aqui sobre Soc. Harmonia.
Lamentavelmente,como não seguem as peugadas da Câmara nem QREN'S lhe valeram!
Houve tanto dinheiro para festas e festanças, mas não houve para perservar uma joía da cultura Santiagense.

Anónimo disse...

Aqui em Sines a escumalha da CDU já tomou conta da Estação de Sines agora só são publicados comentários a favor da CDU parecem um bando de Talibãns

Anónimo disse...

Triste, é como classifico o comportamento da cãmara municipal sobre o aniversário da Sociedade Harmonia. Não é assim que se trata a colectivdade mais antiga do país. Se fosse uma colectividade instrumentalizada pela CDU iam lá todos em fila e até cantavam os parabéns. Como são independentes o pagamento da CDU é o desprezo. É muito triste haver cenas destas num concelho como o nosso e como ex-eleitor CDU rezo todos os dias para que o concelho mude rapidamente de cor politica.

António Cândido disse...

Fui aluno do Prof. Dr. José António Falcão quando ele leccionou um curso de Arte que ficou famoso, há cerca de 10 anos, e tornei-me admirador do seu profissionalismo e da sua competência. Mas, mais do que deixar aqui elogios, gostaria de lembrar que se deve a ele, em larga medida, a reabilitação do Caminho de Santiago no Sul de Portugal. Hoje estão a ser dados passos muito importantes nesse sentido em terras do interior do Alentejo, continuando a senda indicada pelo prof. Falcão. Seria bom dar continuidade a este trabalho noutros pontos do nosso território.

Anónimo disse...

O comportamento da Câmara de Santiago sobre a sociedade harmonia, foi a MESMO que tem tido com o concelho - DESPREZO E ABANDONO...
São MAUS DEMAIS...estes empregados menores que o PCP, tem enviado para Santiago...
Por este andar a "casa do comuna" vai ser edificada no meu concelho...
37 anos a aturar esta mediocridade e frustração comunista é castigo que NINGUÉM merece...!

Anónimo disse...

Ao Anónimo das 02:03, lamento dizer-lhe mas merecemos. Os comunas foram eleitos não por maioria simples, veja só, mas com maioria absoluta com pouco mais de 26 % dos eleitores inscritos.
Onde estão os outros?
Falei com várias pessoas durante a campanha e disseram-me que não iam votar porque ganham sempre os mesmos, que não valia a pena. A mentalidade ultra-conservadora de Santiago está, quanto a mim, na origem dos comunas ainda estarem no poder.

Anónimo disse...

Uma curiosidade: Porque será que as notícias radiofónicas não favoráveis á Câmara Municipal de Santiago do Cacém só são ouvidas e relatadas na Rádio Sines. Pelo Menos é isso que constato nas notícias do Sapo.

Anónimo disse...

Esta é democracia dos comunistas. Os vereadores do PS são obrigados a dar uma confrência de imprensa á porta da Câmara para informar um parecer não vinculativo da Entidade Reguladora da Comunicação Social sobre a possibilidade de a oposição utilizar os meios de comunicação da Câmara que no fundo são pagos por todos nós, e todos temos o direito de os utilizar nas mesmas porporções da vereação.

Anónimo disse...

Estes comunistas da câmara de Santiago comportam-se como donos do concelho e da câmara municipal. São pequenos ditadores, a quem as palavras "democracia" e "liberdade" não se coadonam com a sua prática diária. Tudo o que não for do PCP/CDU é inimigo e para deitar abaixo de qualquer maneira sem olhar a meios. Isto que se passou com os vereadores do PS, a darem uma conferência de imprensa na rua, é uma vergonha para Santiago. Se fosse um comunista do Comité Central era recebido com flores e souvenirs, e o salão nobre estava à disposição.
Realmente vamos vendo a qualidade deste democratas da câmara de Santiago. Não valem nada!

Ermidense disse...

Título do www.rostos.pt: Câmara de Santiago do Cacém, Petrogal e 19 instituições do concelho, rubricaram acordo.
A manipulação jornalística é demais evidente. As instituições contempladas são todas da sede do concelho e Santo André. Vergonhoso.
Ermidas-Sado tem que sair do concelho de Santiago Cacém. Pensemos nisto.

Anónimo disse...

Os comunistas são seres humanos estranhos...São contra o regime ditatorial, mas quando têm o poder, até numa pequena câmara como Santiago, são ditadores, absolutistas, fascistas, perigosos, arrogantes, mediocres, frustrados e, muito mal formados...
Pagam um balurdio do nosso dinheiro para terem um tempo de antena na rádio que julgam sua e manobram o edificio da câmara, como sendo também seu...
Além de hipócritas, apoderam-se como o fizeram em 75 do que não lhes pertence e "ameaçam" quem lhes faz frente...
RUA, com esta espécie de "gente".

Anónimo disse...

"TRISTE e DECEPCIONANTE

Os últimos tempos têm sido tristes e decepcionantes no que respeita a decisões da maioria comunista que governa o Município de Santiago do Cacém.
Desde logo a decisão de nos vedar o acesso ao salão nobre do Município para, enquanto vereadores, ali realizarmos uma conferência de imprensa.
Tal atitude colocou mais uma mancha indelével na desbotada gestão da cdu, porquanto não encontra fundamento na lei, tendo sido, por isso, levada a cabo de uma forma arbitrária e prepotente.
Foi mais uma decisão sectária. Uma decisão incompetente de quem tem a obrigação de gerir a autarquia com respeito, entre outros, pelo princípio da legalidade e não o fez.
Como se isso já não bastasse para pôr em causa a imagem do Município, eis que a maioria resolveu ainda colocar em crise a própria dignidade da instituição ao não acatar a instância da entidade pública independente competente sobre a matéria, no sentido de ser assegurado maior pluralismo.
Fê-lo porque não quer que exista esse pluralismo. Em conformidade, recusa abrir às oposições os meios de comunicação propriedade do Município, contrariando a instância da ERC-Entidade Reguladora para a Comunicação Social, aprovada nesse sentido, na sequência de uma exposição por nós apresentada.
A decisão dos comunistas afecta, de facto, o pluralismo no âmbito da autarquia e põe em causa a lei e a constituição da república portuguesa.
A maioria cdu em Santiago do Cacém nega à oposição a garantia de pluralismo de que beneficia, entre outros, no Município de Lisboa. Assume a posição oposta à adoptada pela cdu em Gaia que reivindica naquele Município o mesmo que nós reivindicamos na nossa autarquia.
Logo, para os comunistas o que interessa é o poder. Enquanto oposição, reivindicam o direito de acesso aos meios de comunicação das autarquias e, enquanto poder, reivindicam o que sabem não ser o direito de negar aquele mesmo acesso à oposição.
Que vergonha para a nossa comunidade! O Município não merece ser governado por quem se comporta desta maneira e nos faz lembrar os tempos da censura, típica do regime anterior a 1974.
Quem assim se comporta tinha a obrigação de saber que com o advento da liberdade e da democracia emergiram princípios que importa respeitar.
Nós consideramos que esses princípios não são de geometria variável. Não cedemos nessa matéria. Somos contra este abuso de poder que nos envergonha a todos.
Para nós é sempre condenável vedar o acesso das oposições aos meios de comunicação propriedade das autarquias, independentemente da força política que o faça.
Essa é mais uma das nossas grandes diferenças.
Que o novo ano traga mais bom senso e respeito pelos outros, àqueles que se têm esforçado por demonstrar que deles estão verdadeiramente necessitados.
Santiago do Cacém, 22 de Dezembro de 2011"

Anónimo disse...

Estes comunistas de Santiago são o máximo!
Há concelhos onde são oposição e reclamam precisamente o mesmo que os vereadores do PS em Santiago, ou seja o acesso aos meios de informação da autarquia.
Em Santiago, como são maioria, vetam esse mesmo acesso à oposição!
Acho isto fantástico e só assim vamos vendo a cara deste pessoal CDU.
Quem é que entende esta gente?
Até quando teremos que aguentar isto e não se acaba de vez com este tipo de politiqueiros?