6.02.2011

Costa Alentejana terá duas grandes rotas pedestres

"Em breve, percorrer a Costa Alentejana e Vicentina a pé será uma realidade, graças a um projeto da associação de turismo Casas Brancas, que prevê a construção de duas grandes rotas cuja extensão se aproxima dos 300 quilómetros.Os dois percursos visam dar a conhecer a diversidade das paisagens alentejanas, explica Marta Cabral, uma das promotoras do projeto, em declarações ao jornal Expresso. "No Caminho dos Pescadores, no litoral, há etapas um pouco mais extensas e difíceis, sem sombras, com falésias e barrancos e não aconselhadas a pessoas com vertigens". No interior é retomado o sentido histórico da ligação de Sagres a Santiago do Cacém, recuperando a antiga rota para Santiago de Compostela, refere a responsável.História, tradição, gastronomia, fauna e flora são, portanto, os critérios que definem a Rota Vicentina. Quem fizer o percurso pode beneficiar das ofertas complementares dos alojamentos disponíveis para pernoita, como passeios a cavalo, de burro e BTT, ou alguns desportos náuticos no Rio Mira.Os mapas das rotas - com inauguração prevista para o final de 2011 - ficarão disponíveis em postos de turismo, edifícios municipais, na sede da Associação Casas Brancas, em Odemira, e no respetivo site, em www.casasbrancas.pt.Este projeto representa um investimento de cerca de 500 mil euros e prevê uma estratégia de promoção internacional dirigida a operadores e imprensa especializada em turismo de natureza, bem como a sensibilização das populações locais para um desenvolvimento mais sustentável e para a criação de negócios complementares e de suporte das rotas."

8 comentários:

Anónimo disse...

Todos os projectos positivos são positivos para a região. Parabéns aos promotores.

Anónimo disse...

É curioso ver que tem que ser uma entidade privada a tomar a cabeça de uma ideia destas, quando deviam ser os municipios a fazê-lo. Mas este tipo de obra se calhar não dá muitos votos.

Fernanda Silvestre disse...

Santiago do Cacém com esta rota e o Caminho de Santiago está a criar mais atrativos turisticos importantes, e agora com as obras no centro histórico ainda melhor. Penso que dadas as características da cidade que a CM devia comprar um comboio turistico para passear os turistas entre o castelo e Miróbriga. Todas as cidades com turismo têm esses pequenos comboios e Santiago Cacém está numa colina muito acidentada. Ou então comprarem um mini bus eléctrico para a cidade toda.

Anónimo disse...

Fernanda, está a dar ideias ao Vitor, o problema é que o QREN não á para comprar esses luxos.
O homem agora com a saída do Sócrates não sabe para onde se vai virar!

Anónimo disse...

E ir ao castelo para ver o quê? um cemitério?

Anónimo disse...

ao anónimo das 7:04

É de Santiago? Tem familiares seus
sepultados no cemitério de Santiago?
Duvido...se tivesse talvez não falasse assim. Já estou farto de ler comentários sobre o encerramento do cemitério, como se de um supermercado se tratasse. Respeite-se a memória dos que já não estão! Querem um parque de lazer? Deve haver mais locais, e parques julgo até que já há. De qualquer modo o passeio em torno do castelo é lindíssimo.

Anónimo disse...

Está tudo doido...
Fizeram umas pequenas obras de fachada...A zona histórica continua deserta e sem segurança...
O passeio das romeirinhas, começa a estar sujo e vandalizado...
E a tapada do condinho cheia de valas de mais de meio metro, sem segurança e suja...!
Os comunas NÃO PRESTAM...37 anos é um massacre para uma população que merecia melhor destino...!

Anónimo disse...

Ao anónimo/a das 07:04
O cemitério já devia ter desaparecido do castelo há décadas...
No activo, penso que é o único cemitério do Mundo, dentro de um Castelo...
As pessoas empregadas do PCP, que têm estado à frente da Câmara...é que não são de Santiago e o único que foi...preferiu fazer uma casa nova para ele e para a família, ficar com uma reforma de muitos milhares de euros e um emprego e esteve-se nas tintas para os seus conterrâneos e para Santiago...
Eu tenho lá família e acho que é uma VERGONHA o estado em que se encontra o cemitério...mete NOJO, NINGUÉM QUER SABER DAQUILO...não conheço outro tão mal tratado...campas destruidas, sujo, cheio de ervas, arruamentos que mais parecem valados, lama...UM DOS GRANDES EXEMPLOS DA INCOMPETÊNCIA E MEDIOCRIDADE, DOS AUTÁRCAS DO CONCELHO DE SANTIAGO...ESTÁ PARECIDO COM O JARDIM EM FRENTE DAS "VENTAS" DOS COMUNAS...O JARDIM MUNICIPAL...OUTRA VERGONHA.
TIREM O CEMITÉRIO DO CASTELO...