3.03.2011

Não existe a minima das noções...

Transcrevemos esta notícia apenas com este nosso comentário:
Não tem a noção quando atribuem estes galardões....ou então não visitam o Museu Minicipal há
muito tempo!
"Museu Municipal de Santiago do Cacém Recebe credenciação da Rede Portuguesa de Museus
Recebe credenciação da Rede Portuguesa de Museus.

O Museu Municipal de Santiago do Cacém recebeu a credenciação da Rede Portuguesa de Museus, que reconhece e oficializa a qualidade técnica do Museu e reforça a sua integração na Rede.Desde 2001, que o Museu Municipal de Santiago do Cacém integra a Rede Portuguesa de Museus, mas no âmbito da Lei - Quadro dos Museus Portugueses de 19 de Agosto de 2004, a credenciação passou a ser determinante.
Os requisitos para a credenciação são vários, com os objectivos de promover o acesso à cultura e o enriquecimento do património cultural através da introdução de padrões de rigor e de qualidade no exercício das funções museológicas dos museus portugueses.A integração na Rede Portuguesa de Museus permitiu ao Museu Municipal a aquisição de materiais para o serviço educativo; conservação preventiva e vários apoios financeiros.Na entrada do Museu vai agora ser colocada uma placa da Rede Portuguesa de Museus que certifica a qualidade do Museu Municipal. "

12 comentários:

Anónimo disse...

Realmente só quem não visitou o museu recentemente. Minhas belas coleções que noutras mãos, faziam brilhar Santiago como poucas terras. Mas atenção, é tempo de se pensar num museu novo, que a cadeia velha não tem condições para grande coisa. Santiago precisa de um bom museu, mas de uma nova politica cultural também.

Anónimo disse...

Eu acho isto tudo muito normal:
- Deram um Prémio a quem construiu o HOTEL PRETO DO ALENTEJO...!!!
Portanto com o pseudomuseu, é IGUAL...
ESTOU À ESPERA DE DAREM UM PRÉMIO À COSTA DE SANTO ANDRÉ, POR "SER" A MELHOR PRAIA PORTUGUESA...
JÁ NADA ME ADMIRA...
Quando dizem: "vai ali uma vaca a voar" ...eu só pergunto: "qual é a côr" ?

Alentejo_SW disse...

Pedimos desculpa pelo erro mas que até se justifica:
Em vez de Municipal escrevemos Minicipal, mas é o que é na realidade, um mini museu, longe do que já foi.

Anónimo disse...

Vamos lá ver se depois das obras no centro historico vão vir mais turistas e se isto fica mais animado porque esta zona está morta.

Anónimo disse...

No passado dia 25 de Fevereiro Arnaldo Frade participou na iniciativa que teve lugar na Abela a propósito do lançamento do Guia do Património.

Foi uma iniciativa que envolveu o Governo Civil de Setúbal, o Ministério da Agricultura, o Ministério da Cultura, o Município de Santiago do Cacém, , a Freguesia da Abela e a ADL.

Nas várias intervenções foi salientada a importância do património rural seja ele material ou imaterial. O Guia em causa é mais uma ferramenta para identificação desse património em ordem à sua valorização e posterior fruição pública.

A ADL fez uma intervenção sobre o trabalho que tem vindo a desenvolver desde 1994, onde se enquadra o Centro Rural de Ermidas-Sado / Azinheira de Barros. Este Programa previa um investimento de 320.000 contos a distribuir por ambas as Freguesias.

A Freguesia de Ermidas-Sado apenas beneficiou nas candidaturas apresentadas por particulares a uma Bolsa que integrava o Programa.

Tendo em conta esse facto, no período de discussão aberto a todos os presentes um deles referiu o facto de os ermidenses pouco terem beneficiado do Programa em causa. Referia-se este interveniente, de forma indirecta, aos não aproveitamentos dos fundos disponíveis para a Freguesia em termos de projectos públicos.

Arnaldo Frade interveio posteriormente na medida em que à época era Presidente da Junta de Freguesia de Ermidas-Sado e se apercebeu não estarem todos os presentes conscientes do que se estava a falar.

No âmbito do Programa, esclareceu que para a Freguesia de Ermidas-Sado estava previsto um apoio público de 33.000 contos para a recuperação do Cine-Teatro Vitória, e de 127.000 contos para a criação de uma Zona de Indústria Ligeira.

Ambos os projectos eram da responsabilidade do Município de Santiago do Cacém. Por vicissitudes várias nenhum deles usufruiu do apoio previsto. A ZIL foi criada posteriormente sem a comparticipação dos 127.000 contos e o Cine-Teatro Vitória continua moribundo e em adiantado estado de degradação.

Assim se perdeu uma oportunidade de investimento para Ermidas-Sado que a Freguesia de Azinheira de Barros soube aproveitar, ao contrário do que se passou no nosso Município.

Anónimo disse...

Enquanto o pessoal das Ermidas continuar a não votar no Regime Instituido o Cine-Teatro continuará moribundo.
Temos o exemplo de Santo André.
Primeiro não havia dinheiro para o Centro Cultural, agora que o Regime controla tudo vai aparecer o dinheiro para o Centro Cultural e com crise ou sem crise pelo menos o projecto está a avançar.
"Eu tenho que os vergar" Palavra da salvação!

Anónimo disse...

Sábado, 5 de Março de 2011Centro de formação profissional de Santiago do Cacém - A Incerteza Gera Angústia
Assembleia Municipal de Santiago do Cacém toma Posição


Moção



Nos últimos tempos muito se tem falado sobre o possível encerramento do Centro de formação profissional de Santiago do Cacém, muitas incertezas, muitos desmentidos, a única certeza que está clara desde já, é a de que os cursos de formação de longa duração foram cancelados, o que antevê que tudo o que se fala pode ser verdade e não pura especulação como diz o Sr. Presidente do IEFP o Sr. Francisco Madelino.


Este é por certo um dos maiores centros de formação de todo o país, pela área geográfica que cobre, os 5 Municípios do Litoral Alentejano, bem como pelo trabalho desenvolvido ao longo dos tempos.


É notório o excelente trabalho feito por este centro de formação, através dos profissionais que consegue formar para dar resposta as necessidades da região:


• Quer no caso dos acordos assinados com a Repsol, e a Petrogal, para em cooperação com estas empresas dar formação a novos operadores para as novas unidades, que muita falta fazem.


• Quer na sua participação em vários concursos, onde este centro tem levado os seus formandos, a participar e com resultados qualificativos excelentes em várias áreas como por exemplo (a soldadura, electricidade, estética, turismo, Saúde e Segurança no Trabalho, etc…), em alguns deles tendo ficado até nos 3 primeiros lugares.


O Litoral Alentejano está em franca expansão, na área do Turismo, e industrial com grandes projectos em execução, projectos estes que necessitam de trabalhadores qualificados, ao qual este centro de formação está em excelentes condições de responder as necessidades das empresas e Municípios.


Também o trabalho realizado na área da requalificação profissional, bem como nas novas oportunidades, alias bandeira deste governo socialista, tem sido notório, com índices de execução bastante boas.


Assim esta Assembleia Municipal decide deliberar o seguinte:


1. Exigir a manutenção do Centro de Formação Profissional bem como a manutenção de todos os postos de Trabalho.


2. Apoiar os trabalhadores, em todas as formas de luta que possam desenvolver, para que assim mantenham os seus postos de trabalho.


3. Enviar esta moção ao Sr. Presidente do I.E.F.P., solicitando uma reunião


com 3 ou 4 membros desta Assembleia Municipal, para esclarecimento


cabal desta situação.


A bancada da CDU


Santiago do Cacém, 18 de Fevereiro de 2011
______________________________________________________
Questão:
Porque é que alguns Deputados Municipais do PS não votaram favoravelmente esta moção e um pura e simplesmente se recusou a votar?


Publicada por efernandes 0 comentários

no blog estação de Sines

aprendam com quem sabe

Anónimo disse...

Eu também estive na Abela, e achei muita graça a tudo o que lá se passou, que sintéticamente se pode designar por marketing político, com a gravidade de ser suportado pela UE. Mas o que achei mais graça foi o pedido do interveniente, que julgo ser ermidense, para retirar o nome de Ermidas-Sado do intitulado Centro Rural de Azinheira dos Barros/Ermidas-Sado atendendo a que a Câmara de Santiago nada fez para aproveitar aqueles dinheiros em prol de Ermidas-Sado, sendo o investimento de 0, conforme bem gesticulava.
Claro que se Ermidas fosse vermelha outro galo cantaria, esmifravam-se por tudo o que é sítio para obter aquele subsídio e aproveitar-se-iam desse facto par justificar a ampliação do projecto.
Os comunistas são rigorosamente iguais ao Salazar: quem não é por mim, é contra mim

Anónimo disse...

É evidente que Ermidas está a pagar um preço por ser a unica freguesia do PS. Se não fosse isso já o cine-teatro vitória tinha sido arranjadinho, porque isso custa menos que dois ou três concertos que a câmara faz em cada mandato. A nossa esperança é que esta gente seja derrotada nas próximas eleições e o concelho fique livre do poder comunista que tem vindo a queimar as freguesias rurais que praticamente só têm velhotes como moradores. Os Ermidenses não vergam, mesmo que nos tratem como uma ilha isolada no concelho.

Anónimo disse...

SObre a moçao vejam a troca de comentarios nesse blog para verem bem até onde vai a hipocrisia da CDU.

Anónimo disse...

Gostei da firmeza do Ermidense.
Ocorreu-me uma frase que alguém disse uns séculos atrás :" antes morrer livres do que em paz sujeitos".

Anónimo disse...

As Ermidas não estão a pagar por ser do PS...ESTÃO A PAGAR PORQUE NÃO SÃO CDU/PCP...é diferente...
Os comunas incompetentes que estão em Santiago há 37 anos, são pessoas fundamentalistas que têm como objectivos a sua promoção pessoal e, serem dedicados empregados do PCP...nada mais lhes interessa...o Povo é a via para estes objectivos...!!!
Tudo o que não está do seu lado ou põe em causa as anormalidades que têm feito, é REJEITADO, PERSEGUIDO e só não são presos porque dizem que na "democracia" há liberdade de expressão...O QUE É UMA ESTRONDOSA MENTIRA...
A PIDE/CENSURA/DEMOCRÁTICA/PCP...É MUITISSIMO PIOR QUE A OUTRA...!