1.21.2011

Homenagem a um grande Sinnense

Morreu Arnaldo Soledade, um home que não sendo natural de Sines, muito deu a este Concelho, revelando muita da sua história.
São homens como Arnaladop Soledade que fazme falta ao Litoral Alentejano.
O presidente da Câmara de Sines, Manuel Coelho, decretou dois dias de luto municipal pela morte do historiador Arnaldo Soledade, vítima de doença natural. “Pela sua dedicação a Sines e pelos relevantes serviços prestados ao conhecimento e promoção deste concelho, a Câmara Municipal de Sines presta sentida homenagem ao Dr. Arnaldo Soledade, apresenta condolências à família e decreta dois dias de luto municipal", escreveu o autarca. Nascido na Figueira da Foz, freguesia de São Julião, em 1921, Arnaldo Soledade é autor da obra mais completa sobre a história de Sines, o livro “Sines, Terra de Vasco da Gama” (1969), atualmente na quarta edição.

1 comentário:

Anónimo disse...

Que descanse em Paz e que a região saiba respeitar a sua memória, especialmente o concelho de Sines