10.19.2010

Um ano depois...

Passou um ano desde as ultimas eleições autárquicas!
Uma mudança de presidente em Odemira, uma mudança de "côr" politica em Sines e a manutenção em Santiago do Cacém, Grândola e Alcácer do Sal.
O que mudou (se é que mudou...), o que melhorou e o que piorou?
Gostariamos de ouvir as vossas opiniões concretas, sérias e realistas, evitando o insulto ou a propaganda política!

40 comentários:

Anónimo disse...

Eu não noto ainda mudanças positivas nenhumas em algm destes concelhos. Há uma politica de continuidade em todos eles neste primeiro ano de mandato e não creio que até 2013 surja nada de vulto na administração destes concelhos. Em Santiago continuamos em regressão permanente, e penso que será o fim da CDU neste concelho que pelas minhas previsões vai ter um ano desesperante em 2013, de obras atrás de obras, muita música, muitos concertos, para manter a alma do eleitorado comunista mas será um ano de desespero pela incógnita sobre a receptividade que terá o novo cabeça de lista da CDU. Nestes próximos dois anos a ordem no concelho de Santiago é poupar, meter mais pessoal do partido em trabalhos que a CM tiver que realizar, e 2013 o ano do tudo ou nada, que vai ser de grande desespero para a CDU. Nessa altura já o actual presidente Vitor Proença terá passado o testemunho.

lopes disse...

Acho que talvez o Coelho, em Sines, queira fazer algum brilharete, visto que para ele o caminho termina em 2013.
O Beato talvez se candidate a Sines, e talvez leve algum do betão que tem colocado em Grândola.
Paredes em Alcácer uma incógnita, capaz do melhor e do pior. Se conseguir aprovar os 18 resorts que se fala para Alcácer deverá ter o apoio dos promotores para continuar.
Em Odemira, com esta fraca figura que lá está, vai continuar a mergulhar na patia e esquecimento. Santiago, com o Proença de saída, a CDU em fim de vida, vai ser um fartar vilanagem e se poem a Margarida Santos, será derrota na certa, mas pouco deverá sobrar do Concelho.
Um ano passou e nada aconteceu, a não ser gastar dinheiro para iludir o povo.

Mariana disse...

Não tenho ouvido dizer que estas autarquias do litoral alentejano vão fazer cortes nas despesas com festas, concertos, etc, nestes tempos de crise e estou preocupada porque sou dirigente associativa e as colectividades vivem dias muito dificeis na região. Era preferivel poupar em concertos que custam fortunas e apoiar mais o tecido associativo, onde há já casos muito dificeis de sobrevivencia. As câmaras por outro lado não podem continuar a contratar pessoal que não têm falta só porque são militantes deste ou daquele partido. Há aqui câmaras onde as pessoas andam aos encontrões umas com as outras nas secções e não sabemos sequer qual é o seu trabalho. GOstava de ser mais optimista mas acho que este ano já foi mau para a região, e que o próximo será ainda mais mau em quase todos os concelhos. Em Sines não estou a ver quem possa suceder ao Dr. Manuel Coelho e acho que o Movimento SIM morre quando acabar este mandato. Odemira não foi capaz ainda de mostrar nada de novo com este presidente. Grãndola pode preparar um novo cabeça de lista para o PS que tem vitória assegurada. Alcácer será o mesmo, o arqtº Paredes vai continuar até porque a CDU não tem um candidato mobilizador. Em Santiago com este último mandato do Dr. Vitor Proença, se a CDU arriscar encabeçar a Dra. Margarida Santos ou o Dr. Álvaro Bejinha pode ter um grande amargo de boca mas depende de quem o PS levar como cabeça de lista. Há quem diga que o cabeça de lista da CDU será novamente o Dr. Ramiro Beja, mas penso que teve o seu tempo e que só regressou agora para colmatar a saída extemporânea do Dr. Sérgio Bento.

Anónimo disse...

Na minha modesta opinião, o único Concelho que sei que está completamente parado e meio destruido, é o de Santiago...
Tenho pena porque é o melhor Concelho do Litoral Alentejano e, o que tem maiores capacidades, em quase tudo...Foi entregue, infelizmente a incompetentes e fundamentalistas partidários...
Qualquer um dos outros mencionados estão numa situação, de clara vantagem..

Kiko disse...

Se o Beato está no último mandato permitido por lei como é que se pode candidatar em Sines? Que parvoice! Se isso fosse possível era só saltapocinhas de câmara em câmara. Mesmo assim o Beato é que tem melhor trabalho de todas as câmaras desta região, bem como o Paredes. O resto, ou seja Sines, Santiago e Odemira tem sido uma coisa lancinante sem se perceber muito bem, nem pouco mais ou menos, qual é o caminho que estas 3 câmaras querem seguir para além de uma gestão corrente despesista, sobretudo em Sines e Santiago que estão endividadas até ao osso.

Anónimo disse...

Kiko...julgo que a lei diz tres mandatos na mesma Cãmara Municipal e depois pode mudar. De qualquer modo se não puder, o PS arranja-lhe logo um lugarzinho numa empresa ou organismo do Esatdo ou num dos resorts novo de Grândola (grupo ES por exemplo)

Anónimo disse...

Sines tem uma dívida gigantesca para saldar e mesmo assim vai fazendo algumas coisas interessantes. Santiago está apático, sobretudo no meio rural, que continua um bocado abandonado. Santiago só tem mexido alguma coisa nas duas cidades, no resto das freguesias está tudo muito parado e em grande sofrimento porque a malta nova está a partir e vai ficando só idosos e centros de dia, lares, etc. Odemira não tenho acompanhado. Em Grãndola tenho familia que gostam do trabalho do PS e do Beato. Álcacer do Sal não teve um bom inicio neste mandato mas tem condições para melhorar e é um concelho que tem atenção ás freguesias rurais onde as pessoas são cada vez mais e à procura de moradias.

Anónimo disse...

Peço desculpa por insistir.

NÃO HÁ CONCELHO MAIS ATRASADO E DESTRUIDO DO QUE O DE SANTIAGO DO CACÉM...

- Tem os mesmos acessos de há 100 anos
- Lagoa de Santo André abandonada e com aspecto desolador
- Ruinas Romanas sub aproveitadas e, acessos miseráveis
- Freguesias ainda sem ruas
- Cemitério 36 anos depois...ainda no Castelo
- Não há nenhuma motivação oficial, para que alguém visite Santiago, ou o Concelho

ENFIM UMA DESGRAÇA QUE, SÓ COM MUITO "TALENTO" PODE SER ULTRAPASSADA...

A CDU/PCP EM SANTIAGO VEIO PARA ACABAR COM TUDO E, DA PIOR MANEIRA...
ATÉ PARECE QUE OS ELEITOS, FORAM ESCOLHIDOS A DEDO...OS MAIS INCOMPETENTES E FUNDAMENTALISTAS...

O CONCELHO DE SANTIAGO JÁ FOI O MELHOR DE TODOS...AGORA É O PIOR E, COM OS COMUNAS, CONTINUARÁ A SER...

Anónimo disse...

Como diz e bem a Mariana (3.39) tem que haver uma grande contenção nos gastos com festas e afins, e que as autaquias se apliquem a resolver situações prementes para melhorar o nível de vida das populações. Não podemos continuar a darmo-nos ao luxo de consumir milhares de euros em cachets altissimos para espectáculos de qualidade duvidosa de hora e meia, enquanto tivermos ruas para pavimentar, passeios para construir, e colectividades em ruína. Em Santiago não é aconselhável esbanjar mihares e milhares de euros em festas e deixar cair o cine-teatro Vitória em Ermidas com a desculpa de não haver dinheiro para um acordo com o proprietário.Não se pode continuar a desprezar o interior e só haver obra que se veja onde há mais votos.

Anónimo disse...

Sines mais ou menos. Santiago cada vez pior. Grãndola um pouco melhor. Alcácer parado. Odemira parado. Apesar de tudo penso que Sines é o concelho que mais fez neste primeiro ano de mandato. Em termos gerais nota-se que as câmaras socialistas melhoraram nalguns aspectos nos últimos mandatos, ao contrário de Santiago que tem vindo a piorar de ano para ano. Mas neste primeiro ano de mandato não se passou nada de verdadeiramente importante em nenhum dos concelhos e os investimentos que estão em curso são promessas com muitos anos que já sofreram alterações entre o prometido e o que está a ser feito.

Anónimo disse...

Só os presidentes das cãmaras de Alcácer e de Odemira podem voltar a candidatar-se novamente, os outros estão em fim de linha e ainda bem porque não foram o que os seus concelhos precisavam. Santiago e Sines estão a cavar dividas como nunca aconteceu, mas mesmo assim a gastar desmusuradamente e em grande sem sentido. Coelho, Beato e Proença vão deixar uma herança muito pesada para os futuros executivos. De todos os concelhos da região, Sines e Santiago são os que estão mais mal e podemos agradecer isso à cdu/pcp.

B Varela disse...

Eu acho que seria bom os autarcas lerem o que aqui está dito e comentarem. Uma das cosias que noto é que quase todos estão distanciados das realidadas das pessoas.
Alguém vê o Proença ou o Beato, ou os outros nas ruas, a andar a pé?
Nos cafés? a fazer compras? a conversar com as pessoas?
Não. Estão longe da realidade e isso é o mais grave

Anónimo disse...

As grandes infra-estruturas culturais e desportivas, e não só, que a CM de Santiago tem criado tem sido só ao nivel da cidade de Santiago e de Santo André. Com permutas, com acordos, com candidaturas a fundos, e com dinheiros da câmara. Para o resto do concelho há uma porrada de anos que a CM de Santiago praticamente só investe em arruamentos e pavilhões de ar livre, em resumo investimentos com décadas de atraso provocando as maiores assimetrias na região que existem entre os grandes centros urbanos e o meio rural ou freguesias afastadas da sede de concelho. Em assimetrias, o concelho de Santiago é o grande campeão do litoral alentejano. Nos outros concelhos, nuns mais noutros menos, observa-se que as freguesias estão melhor equipadas e servidas e não há um fosso tão grande com as sedes de concelho como se vê no concelho de Santiago. O caso do Cine-Teatro Vitória em Ermidas-Sado é um bom exemplo da politica centralista e de abondono do interior na área da cultura. A CM de Santiago nunca teve vontade politica nem se empenhou verdadeiramente para salvar aquele espaço de cultura tão importante para todos os ermidenses.

Anónimo disse...

Os Presidentes andam pouco a pé...porque nós comprámos-lhes uns carritos com condutor...

Antigamente antes do "terramoto de 1974"...andavam a pé...não tinham ordenado e deslocavam-se nos carros próprios...
Além disso eram fácilmente contactáveis...

Hoje são uns tesos quando entram e, quando saem...têm carros de luxo...vivendas...casas no Algarve...uma bela reforma e, vão ocupar um outro lugar com um ordenado ainda superior...mais a mulher...os filhos...os primos...alguns Amigos e Amigas...etc...

EM PORTUGAL E, DEPOIS DO 25 DE ABRIL DE 1974 VAI-SE PARA A POLITICA PARA ENRIQUECER...
ESTE É O VERDEIRO CANCRO DE TODA A SITUAÇÃO...

ENQUANTO O POVO NÃO ENCONTRAR A "CURA" - JÁ DEMOROU MAIS...

Anónimo disse...

B Varela, eles vêm aqui ler e por vezes ficam bastante irritados com certos comentários. Isso de se misturarem com o povo, só em certas ocasiões e especiamente em ano de eleições porque para passear, compras, etc, vão para fora de cá e férias no estrangeiro. São todos, não é só o Dr. Proença. Sobre o tema do artigo, numa escala ou ranking dos concelhos da região: 1º Grândola. 2º Sines. 3º Alcácer do Sal. 4º Aljustrel e Ferreira. 5º Odemira. 6º Santiago do Cacém que apesar destas obras na zona antiga e da regeneração urbana em Stº André tem atrasos em obras elementares como ruas pavimentadas que faltam, passeios, equipamentos, etc, mormente nas feguesias pequenas que estão ao abandono há décadas. Se quiserem dar uma voltinha pelas freguesias, vejam o estado em que aquilo está em termos de ruas esburacadas, ou por fazer, etc.

Anónimo disse...

Jaime Cáceres a cabeça de lista da CDU em Santiago. Margarida Santos NUNCA! Camaradas, vamos inundar a concelhia do PC com cartas a favor de Jaime Cáceres como próximo cabeça de lista da CDU à câmara municipal. Com o Cáceres isto vai entrar nos eixos. O Cáceres é dos nossos e tem a cabeça no lugar para pensar só no concelho.

Anónimo disse...

Gosto muito de Sines, e só é pena a qualidade do ar que tem. Era um bom concelho se não tivesse a presença industrial esmagadora que tem. É um concelho sem grandes diferenças entre o actual e o anterior executivo comunista. Não mudou praticamente nada, mas tem evoluido nalguns aspectos. Santiago é um concelho muito doente, em várias vertentes e sobretudo é um concelho fortemente desiquilibrado. É um concelho com duas bibliotecas, com um auditório, e vai ter um centro cultural em Santo André. Mas não tem dinheiro e mantém povoações com falta de ruas pavimentadas, ruas miseráveis (algumas até em Santiago). Gândola melhorou um pouco com o Carlos Beato e a CDU será muito dificil ganhar lá eleições novamente. Odemira é um concelho que não se dá por ele. Não tem evoluído grande coisa, estagnou. Em Alcácer o Pedro Paredes é um rei, e não vai ter problemas em chegar ao 3º mandato.
O grande mistério das próximas autárquicas está em Santiago, porque ninguém sabe quem vão ser os cabeças de lista da CDU e do PS. Penso que na actual composição governativa da CMSC não é só Vitor Proença que está em fim de carreira. José Rosado não convenceu ninguém, bem pelo contrário, e dificilmente entrará na nova lista. Álvaro Bejinha idem aspas. Margarida Santos sofre do mesmo problema que o José Baguinho sofria no último mandato: já poucos o podiam ver. No PS, a coisa pia mais fino. Arnaldo Frade irá novamente a votos? Que estratégia é esta da nova comissão politica concelhia que mantém um silencio total desde que foi eleita e está alheada completamente da vida do concelho?
Pedro do Ó Ramos, novo presidente da distrital do PSD, morador em Santiago, está calado e quieto, sem nada para dizer? Filomena Pinela, do CDS, ainda é viva? E o Bloco de Esquerda, onde é que tem andado que ninguém os vê? E o Movimento José Ferro, é candidato aonde? No concelho? Como não é dificil de ver, o concelho de Santiago está praticamente morto, o que é transversal a todas as forças politicas existentes. A salvação do concelho seria uma boa lista com independentes.

Anónimo disse...

Tanta preocupação para quê? Para Santiago se o PCP lá puser um burro ganha na mesma. Mas ganha porque os outros não levantam o traseiro da cama para irem votar. O Sr. Proença foi eleito com menos de 27% dos inscritos.
Mas diga-se em abono da verdade que os outros teêm que repensar a estratégia de levar as pessoas a votar, esta é a grande questão.

Anónimo disse...

Não sei se o concelho de Santiago está a morrer ou se já está morto. Sei é que todos os concelhos à volta cresceram em qualidade de vida, e preocupam-se mais com a vida das freguesias, ao contrário do concelho de Santiago que só se preocupa com as 3 maiores freguesias: Santiago, Santo André e Cercal. O caso do Cine-Teatro Vitória em Ermidas-Sado é um escândalo, que os ermidenses não podem deixar cair no esquecimento. Uma vergonha deixar chegar a situação ao ponto onde chegou. O abandono que a CM tem dado ao Cine-Teatro Vitória de Ermidas-Sado, representa o abandono que a CM tem dado às freguesias rurais. Basta somar o dinheiro que a CM tem investido nas 3 maiores freguesias e comparar isso com o dinheiro investido nas freguesias rurais para se ver a diferença abismal. Santiago é o único concelho do litoral alentejano onde existe a sensação de haverem municipes de primeira e municipes de segunda e terceira categoria.

Anónimo disse...

O pcp é um partido em pré-falencia há uns anos atráz tinha 47 deputados quando estava o companheiro Carlos Brito não se renovaram hoje estão reduzidos a pouco mais de uma Duzia de deputados é triste mas é a verdade vão para as presidenciais com as sondagens a dar 1.9 de votantes é a maior derrota de sempre já se fala em eleições antecipadas para maio ou junho significa que vai ser outra derrota vão ficar ai por uns 6 ou 7 deputados edepois é o fim do PCP.

Fernanda Silva disse...

Analizando cada concelho da região pelo exemplo das sedes concelhias, Santiago é a que está em pior estado em todos os parâmetros, no conjuntos das sedes do litoral alentejano. É curioso que Santiago é a sede de concelho mais atrativa do litoral alentejano, pelos muitos monumentos, pelas ruinas de Miróbriga, e pelo imponente castelo. Paradoxalmente, e sem se perceber bem as razões, é para mim a pior de sede concelhia da região. Santiago é uma cidade que só tem vida nas horas de trabalho, no resto do dia mete dó visitar Santiago, que parece morta. Devia haver um plano qualquer para mudar esta situação, por parte da câmara municipal de Santiago.

Anónimo disse...

Lamento discordar, mas só um cegueta é que não vê que o concelho de Santiago é o que está mais pujante e com maior dinâmico do Alentejo Litoral, e muitos pontos acima. Quem vem aqui comentar de certeza que não reside cá e desconhece a realidade. Não manipulem a verdade com falsidades.
Agora quando forem as próximas eleições vão ficar surpreendidos com as câmaras que a CDU/PCP vai recuperar, porque as populações estão a ficar saturadas das promessas dos autarcas socialistas que nunca mais cumprem.

lopes disse...

Acho que aqui o anónnimo anterior é que deve estar cegueta,ou vive algures.
Talvez Santiago de Cuba??

Anónimo disse...

Há um comuna que não pára...

Diga lá qual foi o Concelho que deixou de ser comunista e, passou a ser comunista outra vez?

VOCÊ É QUE NUNCA VIVEU CÁ, OU ENTÃO É TÃO FACCIOSO QUE NÃO CONSEGUE VER A REALIDADE...

SANTIAGO É DE HÁ MUITOS ANOS PARA CÁ...O PIOR CONCELHO DO LITORAL ALENTEJANO E, O MAIS CARO...PORQUE SERÁ...???

Anónimo disse...

Ó amigo deiche-se de tretas a CDU/PCP nas pro cimas eleições vai perder mais umas dez Câmaras porque não se renova são sempre os mesmos velhos a concorrer veja a situação de Sines passaram de 3.600 para 1.200 votos veja a grande vitória que tiveram agora nas presidenciais vão ter a maior derrota de sempre e se houver eleições antecipadas vão passar ai para uns 5 ou 6 deputados só.

Anónimo disse...

Ó anónimo das 5.02, deves viver dentro do boletim municipal, onde a câmara é a melhor do mundo e o concelho um paraíso! Enxerga-te e tira as palas dos olhos. Santiago é um concelho em banho-maria, e um doente terminal comparado com os outros concelhos do litoral alentejano. Até Sines já está à frente de Santiago em muita coisa.

Anónimo disse...

No geral e falando de todos os concelhos da região, penso que se esperava mais e a crise não é desculpa porque certos problemas continuam por resolver e a região tem estado a perder importância. Nota-se que não um plano para projectar o litoral alentejano e cada concelho pensa por si, em vez de pensarem globalmente na regiao em si. Assim penso que não vamos a lado nenhum e vai ser sempre a descair se não for feito nada que mude esta marcha. Com respeito a Santiago, é o único concelho comunista da região, por alguma coisa será. Isto está mesmo muito mau e se formos para as freguesias mais piquenas mais se nota que o concelho praticamente é só idosos e reformados.

Anónimo disse...

Se as freguesias pequenas do concelho de Santiago é praticamente só velhotes, é porque as politicas da CDU falharam a toda a linha e não criaram condições para manter os jovens. Mas isso para a CDU é bom, porque ficaram apenas os que votam neles uma vez que a maioria da malta nova, tirando os que trabalham na ou para a câmara, não querem nada com a CDU. Já que tantos elogios dão aos outros concelhos, lá por ser de outros partidos não vejo nada de especial que tenha acontecido este ano, como primeiro deste mandato. Acho que não mudou nada em concelho nenhum, o que é de lastimar porque esta região Alentejo Litoral tem condições únicas no país para criar riqueza, criar emprego, ter mais turismo, ter população mais jovem e dinâmica, e muito mais.

Anónimo disse...

Ao anónimo das 6:26, o senhor joga areia para os olhos das pessoas. Então não sabe que as câmaras de Setúbal, Sesimbra, Alcochete, Barreiro, Barrancos, Alvito entre outras, foram recuperadas pela CDU, já para não falar das freguesias de Santo André, Alvalade e Santa Cruz, as 3 recuperadas em 2005 e com um reforço de votação na CDU o que resultou em maiorias absolutas em 2009.
Sim é um facto, a população em 2009reforçou a confiança do projecto CDU para o Concelho e em 10 das 11 Freguesias, tendo aumentado a votação tanto na Câmara com na Assembleia Municipal e em quase todas as Freguesias.
É esta realidade democrática que incomoda muita gente, e principalmente por terem consciência que o Concelho de Santiago do Cacém continua a ser desenvolvido de forma sustentada, alicerçado por uma política municipal que olha em primeiro lugar para as pessoas e para o seu bem estar.
Quanto às próximas eleições, acredito que com o trabalho que neste momento está a ser desenvolvido e mesmo com o surgimento da mentira e da calúnia, a CDU merecerá uma vez mais a confiança das pessoas, porque estas saberão reconhecer a obra feita, como são exemplo as obras aqui em V.N de Santo André já em curso, como as dezenas de outras obras por todo o concelho.
E já agora que tanto se fala em desenvolvimento em comparação com os nossos vizinhos, alguém sabe dizer quantos parques empresariais tem o concelho de Grândola, Alcácer ou Odemira? No nosso concelho, para quem não saiba, são 6: Santo André, Santiago do Cacém, Ermidas, Cercal do Alentejo, Alvalade e Vale de Água o que possibilitou a fixação de centenas de empresas no nosso concelho como foi exemplo a fábrica de peixe congelado nas Ermidas criando cerca de 100 postos de trabalho directos num freguesia do interior.

Anónimo disse...

Na balança, tem aumentado mais o abandono e a ruina no concelho de Santiago do que o que tem sido feito de novo, em equipamentos ou infraestruturas. A balança pende mais para o lado mau, neste consulado comunista desde o 25 de Abril. Tem-se perdido muita coisa, outras estão praticamente na mesma desde 1974, e com o dinheiro que se tem gasto nestes trinta e tal anos o concelho era para estar muito melhor do que está. Enterraram-se muitos milhões em coisas desnecessárias e deixaram-se perder coisas importantes. Os outros concelhos à nossa volta infelzmente pouco melhor estão.

Anónimo disse...

Ao anónimo das 12.34, que fala em parques empresariais...tenha dó. Desses que fala aproveitam-se 2 ou 3, porque o resto só têm o nome e pouco se aproveita. Portanto quem quer atirar areia para os olhos é vocemessê.

Anónimo disse...

Ao anónimo comunista das 12:34...

Eu referia-me às Câmaras do Litoral Alentejano...
Como sabe mais de metade do Alentejo deixou de ser comunista, incluindo Beja e Évora...
O que é que interessa ter parques industriais, com stand's de automóveis, sem ruas, com edificios meio construidos e, sem qualquer industria digna desse nome...Você é sectário e miserabilista...

O Concelho de Santiago está "MORTO"...Aldeias quase só com idosos...a costa maritima, uma riqueza turistica única, abandonada e destruida...

Só como exemplos comparativos:

- Sines soube aproveitar e, tem o PORTO COVO, S.TORPES, ETC...
- Odemira tem Vila Nova de Milfontes, Zambujeira, Almograve, etc...
- Grândola aproveitou e tem o Carvalhal, praia de Melides Lindissima, O Pego, a praia da Comporta e, o complexo de TRÓIA...

SANTIAGO TEM UM "CAGALHAO" - LAGOA DE SANTO ANDRÉ ABANDONADA E DESTRUIDA...E AREIAS BRANCAS, DESERTAS...

SABE POR ACASO QUAL O DIFERENCIAL DE RENDIMENTO E DESENVOLVIMENTO PARA COMÉRCIO E INDUSTRIA HOTELEIRA, DESTA DISPARIDADE DE COMPETÊNCIAS...Além dos milhares de postos de trabalho a mais, são milhões de euros a mais que entram nestes concelhos...NÃO COMUNISTAS..

OUTROS EXENPLOS:
- ESTÃO MAIS PESSOAS A COMER BOLOS NOS GALEGOS, EM SINES, NUM DIA, DO QUE EM TODAS AS PASTELARIAS DO CONCELHO DE SANTIAGO, NO MESMO PERÍODO...
- ESTÃO MAIS PESSOAS NUM DIA DE VERÃO, EM VILA NOVA DE MIL FONTES DO QUE ESTÃO NUM MÊS NA LAGOA DE SANTO ANDRÉ...

VOCÊ É PARVO...E JULGA QUE OS OUTROS O ACOMPANHAM...
100 empregos numa fábrica de peixe congelado...!!!
Milhares de empregos SÓ na industria turistica, no concelho de Grândola...

Essa conversa pode servir para os velhotes que vocês assustam nas freguesias...MAS NÃO PASSA DISSO...

Anónimo disse...

Quero ainda dizer ao comuna que anda por aqui o seguinte:

SINES:
- CARNAVAL - CARNAVAL DE VERÃO - FESTIVAL MÚSICAS DO MUNDO - AGENDA CULTURAL - RESTAURANTES DE 1ª QUALIDADE ... centenas de milhares de visitantes...

GRÂNDOLA:
- A MELHOR FEIRA DO ALENTEJO...FEIRA DO CHOCOLATE E OUTRAS, EVENTOS CULTURAIS DIVERSOS...centenas de milhares de visitantes...

ODEMIRA:
- FESTIVAL ZAMBUJEIRA DO MAR (centenas de milhares de visitantes) - FESTAS DE ODEMIRA (sempre com uma qualidade garantida)RESTAURANTES E MARISQUEIRAS DE QUALIDADE...

SANTIAGO:
- Mini feira agricola...mini feira do monte...sem restaurantes de qualidade... espectáculo na pedreira Zeca Afonso, no dia do município e, pouco mais...(3 OU 4.000 VISITANTES)...

ONDE É QUE QUER COMPARAR...???
NÃO HÁ SEQUER HIPÓTESE DE COMPARAÇÃO...

É A DIFERENÇA ENTRE A COMPETÊNCIA E O RESPEITO PELOS CONTRIBUINTES/MUNICIPES E, A INCOMPETÊNCIA, A MEDIOCRIDADE E, A INSENSIBILIDADE DE PESSOAS QUE SÃO SÓ EMPREGADOS LACAIOS DE UM PARTIDO COMUNISTA MORIBUNDO, SEM IDÉIAS E DOENTE TERMINAL...

lopes disse...

Parques empresariais com Sines e os milhares de ha para vender, com uma vocação industrial. Santiago devia era procurar outras coisas.
Vai sempre a reboque, a procurar imitar.
Não há criatividdae nem imaginação!

Anónimo disse...

Essa dos parques empresariais é de bradar aos céus. Antigamente chamavam-lhe Zil's, agora arrajaram um nome mais pomposo mas a maioria é uma miséria e só quem não as conhece é que é enganado. Santiago está em ultimo lugar no ranking dos concelhos da região em tudo. E bem o podem agradecer ao partido comunista e os seus autarcas

Anónimo disse...

Um ano depois, ou pouco menos é o tempo que este blog cria posts para debater o Alentejo Litoral. Não há tempo, não há pontos de interesse que justifiquem novos posts, ou teremos que admitir que este blog faz letra daquilo que injustamente apelidam os alentejanos de vagarosos?

Anónimo disse...

No PS, a coisa pia mais fino. não pia nada, no Ps ganhou um puto parvo todos os dias, desempregado e à espera de tacho. Depois se o Arnaldo Frade irá novamente a votos? Não consegue, não tem carisma. Que estratégia é esta da nova comissão politica concelhia que mantém um silencio total desde que foi eleita e está alheada. Está calada pois o presidente da concelhia do Ps nem falar sabe é do mais bronco que há. Os socialistas fizeram um grande favor à CDU. Se o Arnaldo não ia lá, e não foi pois a lista que levou foi uma vergonha com gente que não tem valor, gente inesperiente, gente á busca de tudo menos de prestar serviço público, pois porque prestar serviço público é dar dar mais do que receber.

apostaram mal mas se o Arnaldo lá for novamente melhora os resultados mas não é com esta comissão politica em que não se acredita. Eu ouvi uma vez o presidente do ps falar e logo decidi que nele e na sua gente eu não voto.
Já para o resto do litoral alentejano, Beato vai para alcácer e já está a preparar o terreno, safadamente a tentar tirar o Paredes e a criar boas condições para ele. Depois em Sines segue-se a senhora marisa, em Santiago vai o Ramiro beja e em Grândola salta o Proença e ganha com a ajuda do Beato e o Ps a ver, comodamente a ver, pacientemente a ver.
deppois o Beato tudo ganha porque o PS deixa, cornudos, amocham ao som das suas palavras e dos suas atitudes pacientemente.

Esperem para ver!!!
Esperem só para se deliciarem com as broncas que estão aí para saltar. A primeira já aconteceu lá vai o Beato apoiar novamente o cavaco e anda aos beijos e aos abraços ao Ps.

Casa com o PSD e vai para cama com o PS ou vice-versa- que vergonha e os socialistas a verem e caladinhos pois se falam, levam. É assim no PS

Anónimo disse...

O Ramiro Beja candidato em Santiago novamente! Oh não, não acredito! Por favor tirem-me deste filme! Toda a gente diz que é a Margarida ou o Bejinha! Epa, se for o Ramiro é sinal que a CDU está mesmo mal em Santiago! O Arnaldo só lá vai com uma lista melhor, esta nova comissão politica existe ou é um delirio?
Beato em Alcácer....é brincadeira, só pode! É como essa do Proença ir para Sines. É anedota de certeza.
O que eu digo é que em Santiago andam obras em todo o gaz na cidade de Santiago e em Santo André, por acaso logo onde há mais votos para disputar, e há quem diga que se mais dinheiro aparecer é mesmo para aplicar a toda a força nas cidades de Santiago e Santo André para adoçar o boca da população com vista a ganhar o seu votos nas próximas eleições. Agora digam que eles são parvos.

Anónimo disse...

Eles não são parvos...são comunistas...o que é MUITO PIOR...

Os Partidos dividiram-nos mais que o futebol...
A razão é o DINHEIRO...
No futebol só perdem e ganham as equipas que jogam...
Na Política, quem alinha, pode sair RICO, sem sequer trabalhar..

Daí os ódios de morte que se instalaram...

Interesses, corrupções, enriquecimentos inexplicáveis, pela legalidade...!!!

TEM QUE APARECER ALGUÉM QUE ACABE COM ISTO...!!!
NINGUÉM AGUENTA SOFRER TANTO, TANTO TEMPO...

Anónimo disse...

A mim não me admirava nada que a CDU em Santiago mandásse o Ramiro Beja outra vez para cabeça de lista nas próximas eleições. Há que ver que com a saída do Proença, a CDU em Santiago não tem grandes alternativas em popularidade, e estas eleições sempre foram ganhas pelo grau de popularidade e não pelo grau de capacidade dos candidatos, dado o tipo de população que tem o concelho.