4.13.2010

Herdade da Comporta escolhida para a propsota portuguesa da Ryder Cup

O presidente do Pólo de Desenvolvimento Turístico do Litoral Alentejano, Carlos Beato, afirmou hoje que a escolha do projeto da Herdade da Comporta pela Comissão de Candidatura de Portugal à Ryder Cup 2018 “é uma excelente notícia para a região”.
“É uma grande oportunidade para o desenvolvimento do turismo da nossa região e uma grande vitória da nossa estratégia de afirmação deste território ímpar, porque, tendo o Litoral Alentejano apresentado duas candidaturas – Costa Terra e Herdade da Comporta -, uma delas saiu vencedora”, disse.
“Se tivermos em conta que os concorrentes eram, entre outros, o Algarve, ainda mais se pode perceber da importância desta decisão para o Litoral Alentejano, que agora passa a ser a candidatura de Portugal”, acrescentou Carlos Beato, que é também presidente da Câmara de Grândola.
A Câmara de Alcácer do Sal já deu luz verde para a construção das infraestruturas necessárias para o futuro empreendimento, mas os promotores terão ainda de apresentar os diferentes equipamentos turísticos, incluindo o campo de golfe.
A Comissão de Candidatura de Portugal à Ryder Cup 2018 escolheu no sábado o projeto apresentado pela Herdade da Comporta para receber a prova, em detrimento de outras candidaturas, designadamente do projeto turístico da Costa Terra (também no Litoral Alentejano) e do Algarve.

7 comentários:

Anónimo disse...

Se Beato o diz, quem somos nós para o contrariar. Vamos desejar que assim seja, para bem da nossa linda região.

lopes disse...

Mas qual o espanto?
O Grupo Espirito Santo diz...e assim se fará.
São eles que mandam nisto tudo!
O Beato é quase um empregado deles.
O que é ridiculo e que estamos a candidatar uma coisa que nem existe!
mas sw o Grupo Espirito Santo manda...faz-se!

Anónimo disse...

ERA BOM QUE "MANDASSEM" TAMBÉM NO CONCELHO DE SANTIAGO....

SERIA UMA CERTEZA DE DESENVOLVIMENTO...

DE ATRASO...JÁ CHEGA...

Anónimo disse...

Se a CDU estivesse no poder em Grândola, tinha-se a Ryders o tanas!!!! e todo o desenvovimento da costa alentejana pertencente a Grândola estava como está a parte de Santiago do Cacém: 0. Veja-se a Lagoa de Santa André, pomposamente candidata ás maravilhas de Portugal, só para comunista ver.
Aqui é que realmente se vê o que são boas gestões autárquicas. No local mais recôndito do concelho de Grândola há obra feita, em Santiago, só por exemplo desde o 25de Abril que na povoação de Vale da Eira em Ermidas-Sado, não houve um centimo investido pela Câmara.

Anónimo disse...

Todos sabemso que o Beato vendo ol concelho facilmente...se ele podesse betonar e transformar Grândola num grande resort ficava muito satisfeito.
Mais um fala barato!

Anónimo disse...

Ao anónimo anterior, das 10:04

Você é um exagerado, um "bocadinho" ignorante e, fundamentalista...não fala "barato", mas, escreve "barato" e MAL...

Se o Concelho de Grândola se puder desenvolver, turisticamente...eu fico satisfeito...e dou os meus parabéns, aos que têm coragem de confrontar, os ambientalistas/fundamentalistas, que em conluio, com a CDU/PCP,têm destruido, o melhor que o Alentejo tinha e, em alguns casos, ainda tem...

O RESTO É CONVERSA DOS QUE NÃO PENSAM PELA SUA CABEÇA E DEVEM "VASSALAGEM" AO "CHEFE"...

A POUCO E POUCO O ALENTEJO VAI DEIXAR DE TER COMUNISTAS A MANDAR E O POVO, VAI DE CERTEZA, VIVER MELHOR...

PORQUE PIOR, JÃO NÃO É POSSÍVEL...

Anónimo disse...

desenvolvimento todos nós queremos, mas queremos um desenvolvimento sustentável.
a comporta não se pode tornar num resort para os ricos enquanto os da terra - que já lá estão há muito tempo - perdem os seus trabalhos e são reduzidos a mais um adereço do resort turístico.
Nunca nos esqueçamos que o que é bom para os ricos quase nunca é bom para os outros.