12.16.2009

Declarações de Vieira da Silva

Transcrevemos as declarações do ministro Vieira da Silav sobre o elefante branco chamado "Aeroporto de Beja", que poderia ser algo que servisse toda a nossa região Alentejo e em especial o litoral.
Mas não...é algo em que o Governo enterrou alguns milhões dos nosso euros e não sabe o que irá fazer com ele.
Só neste país!
"O Ministro da Economia considerou esta terça-feira que, mais cedo ou mais tarde, o aeroporto de Beja suscitará o interesse das companhias “low cost”. Vieira da Silva garante que com «persistência e imaginação» podem criar-se oportunidades para explorar a infraestrutura e torná-la interessante.
Vieira da Silva, garante acreditar que o aeroporto de Beja ainda vai suscitar o interesse das "low cost".
Confrontado com o desinteresse das companhias aéreas para as quais o aeroporto de Beja foi pensado, o ministro da Economia afirmou, esta terça-feira, que espera outra reacção por parte destas empresas, em concreto quando estiverem concluídos todos os investimentos previstos para o Alqueva e para o Litoral Alentejano.
«É uma infraestrutura que terá muito mais apetência quando se desenvolverem, na região e nas proximidades, destinos que tenham a capacidade de gerar muito mais fluxos regulares e importantes
. Refiro-me, por exemplo, à zona do Alqueva», explicou Vieira da Silva.
«Este não é um projecto que se desenvolva de um dia para o outro pois vai necessitar de um trabalho longo. De qualquer forma, esse trabalho está a ser feito», acrescentou.
Com quase um ano de atraso, as obras do aeroporto de Beja estão quase concluídas mas ainda não há operadoras interessadas. Entre as companhias “low cost” contactadas pela TSF, a Easyjet já garantiu que não pretende voar para a capital do Baixo Alentejo."

4 comentários:

Anónimo disse...

Só espero que não estejamos perante mais um elefante branco no Alentejo e uma obra perdida, por falta de dinâmica e enquadramento da região.

de cá disse...

É estranho que Vieira da Silva produza estas declarações e depois o governo, onde é destacada figura, ignore a opção da linha ferroviária para Beja, de ligação a Sines.

Anónimo disse...

Tem toda a razão o "de cá". Enfim, com governos destes não é de esperar nada de surpreendente.

Ponto Verde disse...

Enquanto se estenderem tapetes vermelhos à Rayanair nos principais aeroportos nacionais em prejuizo das companhias nacionais , ao contrário do que se paassa nos outros paises , é óbvio que a nossa pacóvice e subserviência não vai rentabilizar Beja.

Saudações ao Alentejo Litoral por mais um ano de luta ambiental. Votos de um Natal Sustentável e de um Ano Novo mais Verde.

São os votos do blogue a-sul