10.21.2009

Aldeia solar em Odemira

No Monte Cerro, próximo de Colos (Odemira) estão a ser experimentados vários protótipos tecnológicos para tornar uma comunidade de 50 pessoas auto-suficientes a nível energético.
A Aldeia Solar é um projecto da comunidade de Tamera e vai ser inaugurada amanhã.“A ideia é viver um ano inteiro com esta tecnologia, ver como funciona e encontrar os pontos fracos e fortes, para poder projectar um modelo para a Tamera inteira”, explica Barbara Kovats, coordenadora da Aldeia Solar. O campo de testes conta, por exemplo, com uma estufa multifuncional que, além de permitir o cultivo de alimentos com baixo consumo de água, também aquece óleo vegetal, que é armazenado num recipiente, permitindo assim captar e distribuir o calor entre um motor Stirling, que produz electricidade, e a cozinha. Outro protótipo em testes no Alentejo, região escolhida em parte por ser “rica” em exposição solar, é a bomba de água que funciona apenas com energia solar termal. Junto da cozinha, construída no âmbito do projecto, um grande espelho, com cerca de dois metros de diâmetro, desperta a curiosidade: “É um espelho de foco fixo, que vai reflectir o Sol para um tacho próprio, que aquece água em cerca de 30 minutos”.
O esclarecimento é dado por Fabian Deppner, também membro da Tamera e colaborador no projecto, que explica tratar-se de uma tecnologia antiga, mas ainda usada na Índia, num local onde se cozinha para 30 mil pessoas. Barbara Kovats garante que “estas tecnologias podem adaptar-se a todas as partes da Terra, possibilitando o desenvolvimento regional e a independência das grandes multinacionais da energia”. “É remar um bocadinho contra a maré, mas é exactamente essa a ideia, criar estes modelos alternativos”.
As tecnologias utilizadas na Aldeia Solar foram na sua maioria inventadas pelo alemão Jürgen Kleinwächter, que colabora com esta comunidade residente no Alentejo, a qual acaba por ser o seu “campo de ensaio”.
Até ao momento, em Tamera estão ainda a ser utilizadas as fontes de energia “normais”, à base de combustíveis fósseis, mas com que a comunidade “quer acabar”. Barbara Kovats assegura que, com a Aldeia Solar que vão testar, estão “a meio caminho” para se descomprometer, sendo que “o próximo passo” será encontrar “patrocinadores”, para desenvolver a tecnologia e planear a sua reprodução.
Mais informação em http://www.tamera.org/

10.19.2009

A pedido...

A pedido de algumas pessoas, que se identificaram , foram retirados alguns comentários.
No entanto mantemos o que vem sendo expresso ao longo do tempo neste local: não defendemos nenhum partido, muito menos a CDU.
Desafiamos alguém que encontre nos nossos posts algum comentário a favor da CDU ou de qualquer outro partido.
Os comentários que autorizamos, apenas veiculam os seus autores, muitos deles anónimos, pois como sabem, a liberdade de expressão não é muito tolerada em certas facções e "áreas" da nossa sociedade.
Sabemos que existem pessoas com "mau perder" como também com arrogãncia de vencedor.
Contra os factos dos números não haverá muitos argumentos: Em Santiago do Cacém a CDU ganhou e aumentou a percentagem, o PS e PSD perderam e perderam percentagem.
E Sines os Independentes (SIM) ganharam com maioria, assim como em Alcácer do Sal e Grândola o PS ganhou com maioria., havendo baixas significativas nos restantes partidos.
São factos.
E é natural que não agrade a todos.
Posto isto, e visto que a liberdade de expressão é mal entendida e mal aproveitada, e prova que a responsabilidade democrática não é para todos, não iremos nos próximos tempos, publicar mais comentários ou opiniões politicas sobre o Alentejo Litoral.
Assumimos os nossos erros e iremos avaliar o interesse ou não em continuar com este espaço.
Mas temos a certeza que não existe mais local nenhum onde se possa, na nossa região, enviar comentários, trocar ideias, debater.
E agradecemos a quase todos os que se empenharam na luta autárquica, porque sabemos que a grande maioria estavam nessa luta, nessa troca ideias, por amor às suas terras, por generosidade e por convicção, pedindo desculpa se de algum modo, por comentários que deixamos publicar, foram ofendidos.
Outros, que se introduziram neste combate eleitoral, a pensar nas suas próprias agendas, pedimos que daqui a 4 anos reflictam no que aconteceu e pensam melhor antes de aparecerem.

10.09.2009

Um apelo

Vamos todos votar nas eleições autárquicas do próximo Domingo!

É a ocasião que temos de manifestar a nossa opinião sobre os nossos autarcas, sobre aqueles que governaram ou que vão governar o Alentejo Litoral.

É esta a ocasião de premiar quem fez um bom trabalho, de correr com quem fez um mau trabalho ou de dar oportunidade a quem pretende fazer um novo trabalho.

10.02.2009

Os resultados das legislativas

Os resultados gerais, podendo-se consultar os resultados por concelho e freguesia:

http://www.legislativas2009.mj.pt/territorio-nacional.html#

10.01.2009

Mais um esclarecimento...

Já aqui foi abordado, algumas vezes, a pouca intervenção deste blogue nas eleições autárquicas.
Anteriormente também foi abordado que se promovia o candidadato A ou a força poltica B.
Com vista a evitar esse tipo de comentários ou o eventual favorecimento de algum candidato ou força politica, visto que preferimos não tomar partidos aqui, neste blogue, apenas iremos colocar notícias gerais e óbviamente publicaremos todos os comentários que forem chegando e não sejam ofensivos ou atentatórios, como até agora.
Resta acrescentar que foram desafiadas TODAS as forças politica e candidatos do Litoral Alentejano a utilizar este espaço e a explanar algumas das suas ideias.
Até hoje nada disso aconteceu.
Agradecemos e esperamos que compreendam que preferimos manter uma posição mais neutra, dentro do possível, nesta interessante contenda eleitoral.