9.18.2009

Os candidatos

Tem aparecido aqui alguns posts sobre os candidatos autárquicos, alguns conhecidos outros desconhecidos, sobre o que pensam ou não pensam, sobre o que fizeram ou o que não fizeram.
Lançamos aqui um apelo: após alguma pesquisa não conseguimos obter as listas completas de todos os partidos concorrentes no Litoral Alentejano.
Também os nosso pedidos de esclerecimentos não foram atendidos.
Gostariámos de ter aqui todos os candidatos às Câmaras Municipais, Assembleias Municipais e Juntas de Freguesia, com os respectivos programas, ideias, acções, biografias, etc, esperando tornar assim a troca de ideias mais clara e esclarecedora.

3 comentários:

Silvia Fernandes disse...

Nas eleições de 2005 votei no Dr. Vitor Proença porque achei que era uma pessoa capaz de fazer o concelho andar prá frente, mas depois de ouvir certas coisas e a entrevista que ele deu a dizer que o mandato não é dele mas do partido comunista, e dizer isso é o mesmo que dizer que ele é apenas uma peça do xadrez, fiquei bastante desiludida porque senti que se lhe fosse dar outra vez o meu voto um dia o partido comunista substituia-o por um vereador e manda-o de cá embora e acho que isso não devia ser assim. Tou muito desiludida com o nosso presidente porque acho isso uma grande falta de respeito pelos eleitores, porque as pessoas votam numa equipa e essa equipa é que deve mandar na câmara e não o partido comunista. Tou muito desiludida por isso, mas também porque este mandato não gostei de muitas coisas que se fizeram, para além daquelas que não se fizeram como na minha freguesia.

Anónimo disse...

Os candidatos são fracos de um lado ao outro. Quanto muito a CDU com o Proença lá se aguentará. O PS com o Arnaldo Frade, Oscar Ramos e mais duas senhoras que não se sabe muito bem quem são, levarão a pior derrota de sempre. O PSD lá irá fraQUINHO ETC, ETC.´.. mas é pena pois estamos na altura de mudar mas como o PS continua o mesmo de sempre, e o voto significa liberdade, não votarei no PS.

Anónimo disse...

Gostava de ver...
programas? Politicas? Isso não existe e não interessa.
Se fazem arruamentos ou tapam buracos, se fazem cultura à séria ou trazem o Tony, isto pouco importa?
Quem não promete...amais não é obrigado!