5.14.2009

Encontro Nacional de Municípios com Centros Históricos

Em Beja irá decorrer mais um debate sobre centros históricos.
Promover a discussão sobre os novos rumos e métodos a utilizar para revitalizar os centros históricos das cidades portuguesas é o grande objectivo do Encontro Nacional de Municípios com Centros Históricos que Beja acolhe a partir da próxima quinta-feira, 14.
Até sábado, dia 16 de Maio, um vasto leque de oradores nacionais e internacionais vão abordar a temática, sendo que na conferência de abertura do encontro vai estar a investigadora francesa Françoise Choay, reputada autora de inúmeras obras sobre o tema, entre as quais a Alegoria do Património.
Do programa da iniciativa, destaque também para uma mesa redonda entre nove especialistas de diferentes áreas, “gerida” pelo jornalista da TVI, Júlio Magalhães.
Espera-se que os municípios do Alentejo Litoral estejam presentes e que os nossos centros históricos possam beneficiar desta troca de experiências e saberes.
Mais detalhes em http://14encontrodemunicipios.pt.vu/.

10 comentários:

Anónimo disse...

Com tantos problemas que temos ao nível dos centros históricos da região, é lamentável que nenhum concelho do litoral alentejano se candidate ou mesmo organize uma iniciativa deste género. Só por isto, já se pode ver bem que os nossos concelhos não têm estratégia nem ideias nesta matéria.

Vilela disse...

É assunto que daria pano para muitas mangas, relativamente a Santiago Cacém. Ainda vamos no tempo das promessas de recuperação do nosso centro histórico não falando já nos do Cercal e Alvalade, mais pequenos mas também numa lástima completa. Temos aí uma candidatura aprovada para Santiago que abrange uma pequenisssima parte do que o centro histórico tem falta, o que em tantos anos de promessas é uma desilusão total. Depois dá pena ver os turistas deambularem por estas ruelas quase em vida, sem motivos de atracção, sem artesanato, apenas com a igreja matriz para verem, e o castelo a continuar com o cemitério. Lamento muito que Santiago Cacém não tenha na câmara pessoas mais dedicadas ao património, ao centro histórico, porque apesar de se ir fazendo alguma coisa penso que muito mais já podia ter sido feito.

Anónimo disse...

Se fosse só santiago ainda isto ia andando. Vai a sines e vê como está o nosso centro histórico e depois diz qq coisa. Uma miseria,e uma vergonha. O litoral alentejano está entregue a autarcas oportunistas e sem visão.

Anónimo disse...

Espero que o vereador bejinha esteja presente neste evento para ver se aprende alguma coisa, porque pelo que se vai vendo não percebe um caracol destes assuntos.

Anónimo disse...

Vamos lá a ver quais são as ideias e os projectos que os diversos candidatos vão apresentar nas eleições para o centro histórico de Santiago. Porque criticar é fácil, queremos ver é ideias, projectos, e sobretudo obra e não oratória e promessas de boca como há muito acontece.

Anónimo disse...

"Espera-se que os municípios do Alentejo Litoral estejam presentes e que os nossos centros históricos possam beneficiar desta troca de experiências e saberes".
Gostava de saber se estiveram presentes e o que é que aprenderam de útil embora ache que o problema na região é sobretudo de natureza politica e não de falta de conhecimentos técnicos.

Anónimo disse...

Quantas obras foram feitas este ano de valorização dos centros históricos do concelho de Santiago? Alguém sabe? Se não sabem,eu respondo. Foi só feita uma lavagem de cara no centro histórico de Santiago e foi porque se fez a exposição de arte sacra porque se não fosse isso era um ZERO total, o que quer dizer que este foi um mandato desbaratado,tal e qual como os anteriores. Mas já ninguém estranha vindo de quem vem!

SANTIAGUENSE disse...

O IMPORTANTE PARA ESTES SENHORES EM SANTIAGO SÃO OS TONIS CARREIRA, AS TOURADAS, OS MALHOAS, ETC, QUE LEVAM MILHARES DE CONTOS TODOS OS ANOS. VÃO LÁ VER O PARQUE DO BARROSO, SEM CASA DE BANHO ABERTA, SEM OS MÓDULOS A FUNCIONAR, E QUASE INAUGURADO HÁ UM ANO. UMA VERGONHA!

Anónimo disse...

Exacatamente,mas o povo gosta. quanto ais me bates mais gosto de ti. o PS a dormir, o PSD a ver abanda passar. Está bonito. então o Dr. Frade apresentou-se a agora não tem a página disponivel? Ainda não tem programa, ou será que foi abandonado pela sua própria concelhia? Adormeceram? que se passa, tanta pica e agora, onde andam? Pois assim o Frade não vai lá; quem irá seráo proença e a brinacar.

Anónimo disse...

No PSD é um deserto autêntico. No CDS idem aspas. No PS as coisas não estão melhores, não sabemos as ideias do candidato, nem os projectos, não há página na internet como acontece nos concelhos à nossa volta, a comissão concelhia parece estar á deriva sem qualquer rumo, enfim, desta forma parece que somos obrigados a ter que levar novamente com os proenças e companhia. E cadê o Bloco ?