3.19.2009

Autárquicas

Parece que o único Concelho onde existe alguma agitação é Sines.
Manuel Coelho, ao que parece, concorre como independente, a CDU foi buscar a "velha" glória Francisco do Ò Pacheco (irá ser interessante assistir aos debates entre estes dois) e o PS, ao que parece também, já tem candidato, mas sem força para se intrometer neste disputa.
Quanto ao resto mais do mesmo: Alcácer do Sal, Pedro Paredes recandidata-se e vamos ver se a CDU, que tanto criticou, apresentará alguém com força para disputar o lugar.
Em Grândola, Carlos Beato concorre novemente e silêncio na oposição.
Santiago do Cacém e Odemira silêncio e mais silêncio mas não se esperam alterações.
Preocupante é o silêncio do PSD.
Será que ainda existe uma distrital ou concelhia(s) deste partido?

11 comentários:

Anónimo disse...

Em santiago pelo psd vai concorrer um tal de pereira dias, já ouvi falar dele mas não tenho opinião.

Santiaguense de gema disse...

Em Santiago é realmente preocupante. O PSD apresenta um candidato mais fraco do que o anterior, o PS mantém-se calado, surdo e mudo e ao que se conta está com dificuldades em arranjar candidatos para todas as freguesias, o CDS/PP se existe ninguém dá por eles, do Bloco também nada se sabe pelo que o que vai resultar de tudo isto é que as eleições vão ser um autêntico passeio para o Proença e companhia e Santiago vai continuar a sua sina de definhamento que tem se verificado ultimamente.

Anónimo disse...

Realmente não se compreendo o PSD em Santiago. É partir derrotado á partida!

forasteiro disse...

Então meus amigos, estão a criticar a CDU porquê?
Se não há adversários, se se não constituem sequer em oposição o que querem? cheguem-se à frente, vá lá!

Anónimo disse...

O Victor Proença farta-se de rir com estes partidos que nem sequer lhe fazem comichão. Surpreendentemente ainda não é conhecido o candidato do PS e não me admiraria que não seja o Frade.

Anónimo disse...

Porque será!
O Emplastro, com piscar de olhos à direita e à esquerda, vai-se aguentado, vai a todas.
Os seus camaradas como precisam de alguém que tenha as quotas em dia, não falam, conseguem controlar a "massa bruta" tipo J. Ferro e daqui estão "safos".
O PS não se entende, o PSD anda à deriva deste que o Campos deu um ar da sua graça, o Bloco é um grupo de moços pró-intelectual mandam uns "bitaites" e o CDS/PP ninguém sabe se existe.
Perante este cenário a previsão é simples: Vira o disco e toca o mesmo e siga a dança.

Zé Pinhoadas disse...

não tenha tanta certeza de que em Alcácer é Pedro Paredes o candidato do PS...e muito menos certezas de que não vão existir alterações no partido à frente da autarquia depois das eleições

faroldealcacer.blogspot.com

Anónimo disse...

Com os candidatos anunciados e a oposição que existe em santiago nunca a cdu teve uma disputa tão fácil como esta que se avizinha. Este concelho é uma tristeza.

Anónimo disse...

para zé pinhoadas.

Pedro Predes será candidato novamente á câmara e o proprio lider distrital do PS (vitor ramalho) disse que em grandola e alcácer não haveria mexidas.
Quanto às equipas tenho a certeza que irão e deverão ser mudas...

Anónimo disse...

Paredes, Beato, Proença, Coelho, etc, tudo bons rapazes que vieram à procura de tacho e notoriedade mas que estão a anos luz do que a região precisa para se relançar de uma forma equilibrada e sustentada. Muita conversa e blá, blá sobre muitos projectos, muitos empregos, muita riqueza, muito desenvolvimento, etc, mas façamos um balanço de como estão os concelhos do litoral alentejano, analizem-se os programas eleitorais e veja-se a obra feita e depois tirem as devidas conclusões. São autênticos monos, uns mais que outros concerteza, mas todos eles, incluindo os de Odemira, conseguiram fazer tanto que a região quase nada mudou nestes mais de 3 anos de mandato. Antes pelo contrário, o Alentejo Litoral é uma região cada vez mais deprimida onde diversos problemas se mantêm indefenidamente.

Anónimo disse...

Também tenho dúvidas que o Paredes é candidato a Alcácer, o Massano já o anda a queimar e trabalhar nos pelouros do Presidente. O PSD seja com quem for não mete ninguém e a CDU não deve ter muito trabalho para recuperar a ~câmara

J.Miguel