12.22.2008

Haja fartura: Sines aprova plano de pormenor para construção de cidade desportiva e hotel


A Câmara de Sines aprovou um plano de pormenor com vista à criação de uma cidade desportiva que ficará localizada numa área de 20 hectares a norte da cidade. A autarquia deu um parecer favorável ao projecto de licenciamento do equipamento que inclui um conjunto de espaços para a prática desportiva e equipamentos de apoio, "tirando partido do potencial paisagístico e natural do local".

De acordo com a memória descritiva do projecto, os dois principais equipamentos a construir são um pavilhão multiusos e um campo principal para futebol e atletismo. O edifício do pavilhão e a bancada do campo se-rão agrupados, "numa solução arquitectónica original e com vantagens funcionais", refere a autarquia.

Além do campo principal serão cons-truídos dois campos de futebol de 11e de sete, em relva sintética, com uma bancada descoberta para 405 pessoas. Junto a estes campos de futebol situar-se-ão ainda dois campos de vólei de praia. No local será construída ainda uma pista de corridas em patins, um parque radical e uma pista de radiomodelismo, a nordeste, e quatro campos de ténis e dois campos de padell (uma variante do ténis, semelhante ao squash), a sudeste, que completam a lista de espaços desportivos.

A juntar às infra-estruturas desportivas será ainda construído um auditório com 152 lugares sentados e uma área de lojas e restauração. A cidade desportiva será também um parque urbano, estando previsto no projecto a criação de zonas de estadia e descanso conciliadas com percursos pedonais, com circuitos de manutenção equipados com várias estações de treino e circuitos para seniores."É objectivo do programa que o parque verde desportivo venha a ser por si só um pólo atractivo, constituindo-se como um factor promotor das práticas desportivas e de uma vida saudável", afirma a autarquia do litoral alentejano.

Fora do âmbito da cidade desportiva, mas incluído na área do plano de pormenor, está prevista a construção de um hotel com 120 camas, conside-rado "uma mais-valia para a utilização do equipamento para estágios desportivos". A ligação entre as zonas desportivas a norte e a sul da Estrada da Floresta será feita através de três passagens inferiores diferenciadas para peões e veículos. O complexo terá ainda ligações por ciclovia à Avenida de Vasco da Gama, através da futura nova avenida panorâmica da Costa do Norte, e à Ribeira dos Moinhos.

2 comentários:

Anónimo disse...

Ora bem. Não há fome que não dê em fartura. Com tantos milhões, só é pena que a parte antiga de Sines continue num estado miserável e que de noite esteja completamente morta de vida e animação.

Anónimo disse...

Ora aí está o paraíso na terra. Agora é que é!