11.25.2008

Sines recupera o castelo e inaugura novo Museu

A nossa região voltou a receber a visita do Prasidente da República, Cavaco Silva, que destacou ontem o contributo da cidade alentejana de Sines como "motor da economia nacional", lembrando a figura de Vasco da Gama como "inspirador" para enfrentar as dificuldades do país. Cavaco Silva e a mulher participaram nas cerimónias que assinalaram o Dia do Município de Sines e na inauguração da Casa de Vasco da Gama e do museu da cidade, instalados no interior do Castelo da vila de Sines, que sofreu profunda recuperação.
O Presidente da República, referiu-se a Sines "como pólo que contribui hoje para a criação de riqueza no país, com um porto de águas profundas que é um dos melhores de toda a Europa, um porto em expansão e que tem capacidade para atrair investidores no futuro". Afirmando confiar "muito nas potencialidades de Sines", considerou que a cidade, que "nas últimas décadas experimentou grandes mudanças e enfrentou dificuldades, soube responder às exigências dos tempos modernos".
Recordou Vasco da Gama, cuja vida e viagens são desde hoje evocadas através de uma instalação multimédia disponível na casa do navegador, no Castelo de Sines. "Quero lembrar aqui a figura de um filho desta terra, que eu vejo como um inspirador para enfrentar as dificuldades que o país atravessa e que são conhecidas de todos, o desemprego, o problema da pobreza e da competitividade", realçou. O presidente da Câmara de Sines, Manuel Coelho (CDU), enalteceu também a figura do navegador, "personagem maior da nossa história e filho dilecto de Sines".


20 comentários:

um santiaguense disse...

Claro que é um bom exemplo para Santiago que continua a não conseguir tirar o cemitério do seu castelo afim de o devolver à comunidade para fins turisticos, culturais, lúdicos, e até mesmo para ajudar a tirar o centro histórico do estado moribundo em que está há muitos anos. Na realidade Sines tem vindo a tornar-se a grande capital cultural do litoral alentejano, juntamente com Alcácer do Sal, pelas diversas realizações culturais, pela recuperação do seu património, pela forte actividade das suas associações, enfim, está no bom caminho. Tristemente temos vindo a assistir a uma continuada perda de protagonismo de Santiago do Cacém no quadro do litoral alentejano em politica cultural, aproveitamento do seu vasto património em todo o concelho, e nem sequer conseguiu ainda fixar um grande evento de importãncia nacional como é o caso do FMM em Sines. Lamentável a todos os níveis porque Santiago do Cacém tem grandes capacidades (mais que Sines e Alcácer) mas não tem gente na câmara que as saiba aproveitar como deve ser. Parabéns a Sines e a Alcácer pelo bom trabalho que estão a realizar na cultura e no aproveitamento do seu património.

Anónimo disse...

E relacionado com o post anterior...se Santiago tem um presidente que so gosta de aparecer nas noticias junto a actrizes e pilotos de rallie e não se vislumbra uma unica ideia, uma unica estratégia, um conceito que seja...vejo as coisas dificeis para Santiago.

Anónimo disse...

Neste mandato em Santiago o principal acontecimento cultural foi a exposição de arte sacra na igreja do castelo, que só se fez porque houve a muleta do dr. falcão, porque a câmara sozinha nunca era capaz de fazer alguma coisa daquele género. Mais palavras para quê, uma coisa que está à vista de todos, porque nesta câmara ao nivel do executivo há mais incapazes, a começar pela vereadora margarida, do que gente capaz de meter o concelho no lugar que ele devia estar. E em vez de fazerem coisas pelo muito património que temos em todo o concelho andam a reivindicar do Estado coisas para Miróbriga enquanto aquilo que é da sua obrigação, não fazem. Onde é que está o centro de estudos jacobeus? Onde é que está o plano para retirar o cemiterio do nosso castelo? Onde é que está o projecto Do Csstelo Velho ao Castelo Novo? Onde é que está o plano e os resultados da geminação com Santiago de Compostela? Quando é que este executivo de incapazes pensa em criar um museu de raiz em Santiago como deve ser e como Santiago merece? Quando é que está câmara pensa criar um gabinete de arqueologia como existe em Alcacer do Sal? Onde é que estão os resultados do gabinete de reabilitação dos centros históricos do nosso concelho ?
Uma miséria autentica esta câmara de Santiago é o que é.

Anónimo disse...

Se se vir as prioridades e os grandes projectos anunciados e nunca executados. Grande parte deles são megalómanos e desenquadrados, sem uma linha de rumo.
Apenas para umas linhas de jornais e fotografias.
É realmente confrangedor o estado do Museu, que foi o melhor Museu do Litoral, o estado do património, o facto de não haver um arqueologo, a falta de visão!
Uma correcção ao anónimo anterior-o Museu Rural da Abela-que merecia ter uma continuação e fez-se pelo trabalho de algumas pessoas e mais uma vez a Câmara foi a reboque!

Anónimo disse...

faz-me muita confusão como é que é possivel concelhos como sines abafarem santiago nestas matérias, quando santiago tem tudo a favor para ser ser conhecido a nível nacional pelo vasto património que possui, desde o castelo, ruinas mirobriga, toda esta zona antiga até ao castelo, a quantidade de objectos que estão escondidos na arrecadação do museu por falta de espaço, para não falar do muito que existe nas freguesias ao longo do concelho. sinceramente não vejo mais concelho nenhum a desperdiçar este manancial como se vê em santiago cacém.

Anónimo disse...

faz-me muita confusão como é que é possivel concelhos como sines abafarem santiago nestas matérias, quando santiago tem tudo a favor para ser ser conhecido a nível nacional pelo vasto património que possui, desde o castelo, ruinas mirobriga, toda esta zona antiga até ao castelo, a quantidade de objectos que estão escondidos na arrecadação do museu por falta de espaço, para não falar do muito que existe nas freguesias ao longo do concelho. sinceramente não vejo mais concelho nenhum a desperdiçar este manancial como se vê em santiago cacém.

Anónimo disse...

Meus caros amigos de Santiago, ponham os olhos em Alcacer pode ser que aprendam como se desenvolve a politica cultural de um concelho.

Anónimo disse...

Bem haja sr presidente Manuel Coelho por esta magnifica realização em honra de Vasco da Gama, que dá nome a Sines.

litoralentejano disse...

Com vista a divulgação do litoral alentejano surgiu um novo blog. deixo aqui o endereço: http://litoral-aletejano.blogspot.com/

Aí descobrirá noticias sobre os 5 concelhos do Alentejo Litoral. Agradecia a divulgação do endereço.

LitoralAlentejano

Anónimo disse...

As ruínas romanas de Miróbriga e o castelo de Santiago do Cacém são duas mais-valias patrimoniais muito imporantes para Santiago e são muito raros os concelhos neste país que possuem tal riqueza. O maior problema, é estarem em Santiago porque noutro concelho com a visão certa há muito tempo que estariam a dar "lucro" para o concelho e para a região.

Anónimo disse...

Mas o que vocês estavam á espera com vereadores como o Bejinha, a Margarida, o Rosado, etc. Acham que eles percebem alguma coisa disso? Tenham dó!

Anónimo disse...

O que é que deu mais publicidade a santiago ao longo deste mandato e que foi mais falado? Não sabem? Eu respondo: foi a exposição na igreja matriz e a queda da bancada na tal cena do rodeo. Mais nada até agora que tenha dado publicidade a santiago, portanto cada um que tire as suas conclusões para verem como estão as coisas no nosso concelho mal gerido.

Santiaguense de gema disse...

Santiago em muitas matérias e em particular na valorização do seu património e herança cultural, é um concelho adiado e um gigante adormecido. Basta percorrer o concelho, e conhecer um pouco melhor as aldeias e as freguesias, e ver o imenso potencial desaproveitado que existe conjuntamente com o que temos aqui na cidade de Santiago, que fazem deste concelho um caso único em toda a região. Não pode é ser gerido como tem sido até aqui, por pessoas que não são de cá nem têm amor a esta terra.

Anónimo disse...

Não se esqueçam do museu da Abela, e da exposição de moedas romanas, sff, que é para sermos justos okay.

Anónimo disse...

Aguarda-se com interesse um artigo de opinião sobre esta casa vasco da gama, para melhor percebermos o que está bem feito e mal feito, porque ouve-se dizer que aquilo não está nada de especial.

Anónimo disse...

Penso que Alcácer é a terra que mais tem feito pelo património da região, entre os concelhos todos da região.

Anónimo disse...

Na minha opinião, a questão principal reside no facto de não ter-mos uma vereadora da cultura à altura dos pergaminhos que o concelho justifica, e da falta de políticas sustentadas para desenvolver mais estas matérias. Por isso nada disto me surpreende, olhando ao que tem acontecido neste mandato em Sines e em Alcácer do Sal.

Anónimo disse...

é realmente uma vergonha aquilo que não aparece em Santiago do Cacém, Aquilo que não se faz por incapacidade por descuido, por falta de conhecimento. E julgam eles, os senhores que pensam mandar na Câmara, que está tudo bem, que vão partir para eleições com um vastissimo trabalho. Mas que treta, Senhor Presidente Proença, o Sdenhora até parece um doutor de meia tijelas, pois quem o houve falar e vê a sua postura na rua, pensa que o senhor até lá vai das canetas. Mas que anda a CDU a fazer, ainda??? e a tal vereadora margarida, que faz?, NADAAAAAAAAAAAAAAAAAA, rigorosamente nadaAAAAAAAAA. Rua . Santiago do CAcém está a morrer, ao contrário dos outros concelhos da sub-região. Os outros 4 estão a crescer, apesar de alguns constrangimentos, mas Santiago do Cacém, está na cauda e de quem é a culpa? da CDU, do PCP que governa vai para mais de 30 anos e que nada tem feito. Não me identifico pois tenho receio que prejudiquem a minha familia e os meus amigos, pois esta gente é capaz de tudo, disso tenho a certeza, mas no dia que eles caírem será certamente um grande dia. Até lá vou lutando como posso para os tirar de lá.
u

Anónimo disse...

concordo os pergaminhos da vereadora ficmãm-se pelo muito mau. Alguém sabe o que aconteceu à carta educativa? Passou, foi chumbada? que acontece? Então senhora vereadora, quem é incompetente? A senhora que abre a boca para "arruinar" agora responda à população que aconteceu à carta educativa, vá, vamos lá a saber que foi feitro de tal documento? Se clhar foi chumbado, ou então voltou para trás para ser reajustado. A responsabilidade é sua, sua, sua, senhora vereadora margarida que não está à altura de nada.

lopes disse...

Por acaso ate acho que não está mau.
Podia ser melhor,mas é muito melhor do que era antes: nada!
Um castelo abandonado,um museu sem lógica, nenhuma evocação ou homenagem a Vasco da Gama.
Além disso vem-se outras coisas interessantes sobre Sines que não só o Vasco da Gama!