12.26.2007

Reflexões sobre 2007...I

Iniciamos aqui a"lembrança" um conjunto de frases proferidas em 2007, por algumas figuras públicas da nossa região.
Como se pode ler...é realmente confrangedor... e preocupante.
Esperemos que as figuras da nossa região em 2008 pensem melhor antes de nos brindarem com "pérolas" semelhantes.
Agradecem-se desde já outras contribuições.

"A sub região do Litoral Alentejano é uma sub região socialista"
Arnaldo Frade
...tem pouca noção de geografia...para não falar de outras coisas...

"O Centro Cultural de Santo André trata-se de uma obra estimada em mais de três milhões de euros que procura financiamento, razão suficiente para a autarquia não se envolver em discussão públicas sobre projectos sem sustentação financeira"
Vitor Proença
...tem-se visto essa sustentação financeira nas outras obras camarárias...

Sobre a Rede Natura "ninguém consegue qualificar uma região com esta visão que vai no sentido do despovoamento e desertificação. Mais de metade do município está classificado como área protegida, o que deixa a autarquia de pés e mãos atadas".
Carlos Beato
... pressupôe-se que a Rede Natura o impede de betonar o resto do concelho...obrigado Rede Natura!

"Vamos organizar no Outono, dia 10 de Outubro, uma grande conferência que reúna governantes, autarcas, especialistas, empresários cujo tema central de análise e debate seja o desenvolvimento do Alentejo Litoral desde a agro- industria ao turismo, passando pelos transportes marítimos, terrestres e aéreos, floresta e cultura"
Jorge Nunes
...será em 2008?

11 comentários:

Anónimo disse...

Se fossemos juntar todas as bacoradas que temos ouvido ao longo dos últimos anos, tinhamos material para dois ou três volumes.
E até podemos juntar algumas promessas, em Santiago, que por este andar de lesma raquítica qualquer dia têm barbas:
- O cemitério vai sair de dentro do castelo de Santiago.
- Vamos ter o projecto Do Castelo Velho ao Castelo Novo.
- Valorização dos centros históricos de Alvalade, Cercal e Santiago do Cacém com grandes investimentos.

Se a câmara de Santiago poupasse em salários nos tachos para os camaradas de partido que andam lá aos encontrões uns com os outros sem fazerem nada que se veja podia ser que ainda fosse conseguindo fazer mais alguma coisa, mas assim deve ser dificil.

alentejano arquitecto disse...

Sobre o centro Cultural de Santo André...veio hoje no "Notícias de Sines" que o projecto é do arquitecto REM KOOLHAS, o arquitecto da Casa da Música, no Porto.
Tendo em conta o valor dos honorários habitualmente por ele cobrados e o custo das suas obras...não sei onde o Proença encaixa a sustentação financeira do projecto...nem daqui a 100 anos!
Realmente está tudo louco.
E não haveria bons arquitectos aqui na região??

A vida costa... disse...

Nada mais a propósito. O sr Jorge Nunes, um dos grandes iluminados da nossa região, faz algumas afirmações perfeitamente lapidares na edição de Dezembro da "Mais Alentejo".
Perante a pergunta da revista sobre a personalidade alentejana que a seu ver mais se destaca, responde: "Para mim, as personalidades que mais se destacam são aquelas que se dedicam às causas mais nobres que são as populações e o seu bem-estar. Porque cada vez existe um fosso maior entre pobres e ricos e sem haver população não faz sentido existir seja o que for" !!!

Já sobre qual o maior problema que entende existir no Alentejo, o dito cujo ressalva:
"Claramente a desertificação e o envelhecimento da população. É muito importante aumentar os números da natalidade, porque temos que nos convencer que sem pessoas não há desenvolvimento".

Respondendo quais os maiores desejos para 2008, J. Nunes não se acanha e dispara:
"Justamente que o fosso social seja atenuado. E que o mesmo aconteça não pela diminuição dos rendimentos dos ricos mas pelo aumento dos rendimentos dos pobres é essencial que aconteça".

Este homem é um génio.
Com pessoas que pensam desta forma, o futuro do Litoral Alentejano está garantido...
Com este coração a jorrar sensibilidade e humanidade a rodos não vamos ter mais agricultores com a corda na garganta perante os juros altos na CCAM e as facilidades do banco que dirige vão viabilizar muitos novos projectos agricolas e de preservação ambiental na região.
Que se abra já um processo de beatificação para Jorge Nunes.

Anónimo disse...

Esta do Frade é a melhor!!!
Que anda ele a fazer??? Resposta daqui da sala dse alguns amigos - anda a ver se recebe mais um tacho.Mas ao que parece já lhe passaram a perna, pois que ele não tem nomeração do PS para o litoral alentejano, ora aí é que está~!! já lhe passaram a perna, alguém ao que conseguimos saber, irá aparecer para tornar a facer do PS no litoral alerentejano mais abrangente. Esperemos por outras calinadas do nosso amigo Frade.

Vicente disse...

Realmente é que já todos vimos, assim com este pessoal não vamos a lado nenhum. Alguns são mesmo especialistas em calinas e pouco mais sabem fazer. O ti Jorge Nunes parece-me que gosta mas é de ver a fotografia nos jornais. Isso é que o homem gosta. Protagonismo.

Vicente disse...

Pelos vistos não temos cá arquitectos à altura da ambição do camarada Proença. Faz-me lembrar o Santana Lopes com o Frank Gehry, que deu no que deu. E como a câmara de Santiago está a boiar em dinheiro, tem já todas as promessas eleitorais cumpridas, é mesmo de avançar para um arquitecto famoso !!!!!!!
O que não seriam as parangonas dos jornais, as objectivas dos reporteres, as câmaras de televisão com o Proença todo inchado a inaugurar o Centro Cultural de Santo André traçado por um arquitecto famoso !!! Imaginem o inchaço que ele não teria. Parece eu que o estou a ver.
Só visto.

um santiaguense disse...

Não desmascarem os homens para eles não corarem de vergonha. Alguns deles até sei que costumam aqui vir!!!!!! Mas pronto, isto dá bem para ver a quem estamos entregues

Anónimo disse...

Espero que 2008 traga mais inteligência a alguns lideres da região, que bem estamos precisados antes que isto vá tudo por água abaixo porque as coisas como estão não interessam nem ao menino Jesus.

Anónimo disse...

"As perssoas roubam, as pessoas roubam..." foram palavras proferidas em público, pelo o Srº Presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, na Biblioteca de Santo André, na noite da apresentação do orçamento participativo e dezenas de pessoas ouviram porque a sala estava cheia. Referiasse ele, às torneiras que estão enterradas nos relvados; referiasse ele ao facto de as torneiras desaparecerem,e então, desata a dizer tamanho disparate.
Esta frase também deveria ser públicada e classificada como a melhor de 2007, saída da boca do Srº Presidente da Câmara, que recebeu um prémio por ser o melhor autarca. Esta frase, mereceu das pessoas que a ouviram, e foram muitos, pois a sala estava cheia, agonia, agonia e mais agonia por termos um presidente como este. Não merece prémios Srº Presidente; merece aprender e respeitar mais as pessoas, aprender que os outros também são capazes e que também, podem fazer coisas importantes, não menospreze tanto os outros. Aprenda.....a ter a boca fechada, ou semio-fechada quando se quer referir a alguém, porque ultimamente, saiem-lhe umas que é demais.....

P. C. disse...

Dadas as pessoas que são, não me espanta nada este conjunto importante de calinadas, que de resto apenas traduzem um pouco do que tem sido a sua participação e intervenção na vida da região. Pode ser que algo os ilumine em 2008 e possam corresponder às nossas expectativas para um futuro melhor.

comunista desiludido disse...

Eu estava lá e ouvi; como ouviram alguns moradores do bairro da lagartixa onde o sr. Proença tem o descaramento de se apresentar em campanha eleitoral. Foi de uma estúpidz e malvadez grande, porque, mesmo que as pessoas "metam a mão" não é o Presidente da Câmara que tem de o referir. Pelo contrário, devia saber dizer isso de outra forma; olhe podia dizê-lo com aquela cara angelical que tem na fotografia no dia que recebeu o prémio de melhor autarca!!! ou será que ele fez confusão e o prémio foi-lhe atribuído por ser o pior autarca e ele nem reparou?