12.06.2007

O IP8 - 1ª parte

Tem sido fonte de variadas noticias o lançamento do concurso para o novo IP8...e as reacções que tiveram os autarcas da região sobre a existência de portagens.
Sem nos alongarmos...e porque o assunto é importante a ele certamente voltaremos....mas aqui deixamos algumas questões.
Em Outubro de 2007 foi assinado com grande pompa a rectificação do traçado da ER 261 entre Santiago do Cacém e o Hospital....que "tira curvas" a essa estrada. Esteve na C M de Santiago do Cacém o Secretário de Estado Paulo Campos, na assinatura do contrato e falou no novo traçado do IP8...pelo vistos esqueceu-se de dizer a Vitor Proença que haveria portagens...ou Vitor Proença ouviu e esqueceu-se logo a seguir...pois congratulou-se com estes projectos: "É um projecto de importância capital..." mas depende do que iremos pagar!
Da correcção da ER 261 não se conhecem projectos...que irá acontecer aos Escatelares...às Quintas... às hortas...irá a Câmara conseguir destruir o que tentou em 2003?...Acabar com uma paisagem unica?
Ninguém viu o traçado do IP 8....será que é tudo feito às escondidas dos nossos autarcas?...fala-se para os vários organismos, pesquisa-se na net, pergunta-se nas Câmaras...mistério...ninguém sabe onde passa...como vai ser...o que irá acontecer.
Será que um dia acordamos e está a IP 8 à nossa porta...e a pagar!
Mesmo esta questão das portagens deixa algumas dúvidas...aguardemos.
Não deixa de ser preocupante esta obcessão dos nossos autarcas e figuras semi publicas pelas estradas...ou seja...o território que não betonam....alcatroam!
Deixamos aqui alguma (pouca) informação sobre este assunto e quem souber mais...que nos ajude a informar os milhares que nada sabem!
http://www.iambiente.pt/IPAMB_DPP/docs/DIA1252.pdf
http://www.iambiente.pt/IPAMB_DPP/docs/SE171.pdf
http://clix.expresso.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=ex.stories/182177
http://www.setubalnarede.pt/content/index.php?action=articlesDetailFo&rec=7378
(esta tem graça... a opinião da eminência parda do Litoral Alentejano...será que a CA vai financiar?)
http://www.setubalnarede.pt/content/index.php?action=articlesDetailFo&rec=8876
(ainda actual)

9 comentários:

de cá disse...

è sempre a mesma coisa...somos os ultimos a saber

Anónimo disse...

Essa é outra. Ninguém sabe do traçado, não se fala nisso e mais dia menos dia somos confrontados com um facto consumado. Mas que raio de democracia é esta que não ouve as populações e os agentes de desenvolvimento local, os principais interessados nestas questões ?
Não somos nós quem vai beneficiar e sofrer os impactos deste tipo de infra-estruturas ?
As preocupações do prof. Madeira no post citado partilho-as totalmente.
Já quanto ao sr. Nunes da CA, tivesse a caixa no seu lugar outra pessoa mais actualizada e por certo que a região beneficiaria muito mais dos contributos da CA. Muito me admiro é como é que uma entidade com a CA que tem um enorme peso na região ainda tem à frente um individuo destes, que é ignorante na maior parte dos temas da actualidade da região. E pior, não tem visão a médio/longo prazo para aquilo que é verdadeiramente importante para a região. A sua opinião sobre o rato da Cabrera é verdadeiramente ilariante e demonstra bem que o que ele quer é desenvolvimento a tudo o custo para lhe entrarem mais depósitos e movimentos na CA. E protagonismo. Necessáriamente bacoco, como não podia deixar de ser de tão patética figura.

Anónimo disse...

Ninguém sabe onde passa ?
Pergunta-se nas câmaras e não existem respostas ?
Mistério ?
Tem graça, que são estes artistas que agora estão no poder central e no poder local que costumam encher a boca com o chavão "democracia participativa", e outros!!!
Mas depois governam de costas para as populações. É isso e o orçamento participado da CMSC, que é uma autêntica farsa. Ainda um dia gostava de saber quantas opiniões das populações dadas nas chamadas reuniões do orçamento participado foram aproveitadas para os tais orçamentos.
Depois só o que dizem é que sim senhor, ouvimos boas ideias mas não vai ser possível por falta de verbas. É sempre a mesma resposta.
Então se não há meios escusam de estar a ter trabalho a pedir opiniões, porque o que querem fazer já está definido e não é alterado com as opiniões das pessoas. E com este governo socialista sobre o IP8 é a mesma tanga. Quando damos por isso só vemos as máquinas a aparelhar os terrenos para assentar o asfalto para o IP8. Nada muito diferente do salazarismo, do quero posso e mando.

Anónimo disse...

NÃO AO PAGAMENTO DE PORTAGENS.
NÃO. NÃO. NÃO. NÃO. NÃO
Os habitantes do litoral que se levantem em protesto. Chega de chulice.

lopes disse...

Já estou a ver os "suspeitos" do costume a alegrar-se com esta noticia do IP8 e das portagens...o Cachadinha,dizendo que é progresso...mas esquece-se que trás mais custos às empresas da região, os promotores imobiliários...os especuladores turisticos, etc etc

Espiga Alentejana disse...

Esta questão do IP8 é mais uma prova da forma sem objectividade, obscura, incompetente, de como os autarcas da região defendem os interesses das populações.
- Não sabem e não informam ou esclarecem sobre os locais do traçado, se há património cultural e ambiental que vai ser ser afectado, formas de minimização de impactos, etc.
- Acomodam-se quase todos, como que aceitando, sobre as portagens.

Relativamente ao sr. Jorge Nunes, ao sr Cachadinha e companhia, são os exemplos acabados do caciquismo que ainda está a corroer a região. Adoram protagonismo, aparecendo nos órgãos de comunicação social regionais mas não passam de figurões mal formados e esclarecidos que apenas defendem os interesses que representam...e mal.

Anónimo disse...

Entre Cachadinha, Jorge Nunes, Proença, Beijinha, Beato, Frade, Cáceres, Manuel Coelho venha o diabo e escolha. É a estas pessoas que o Litoral Alentejano está entregue e por isso não me espanta que em vez de isto andar para a frente esteja cada vez mais atrasado. Sim, que lá por haver muito dinheiro a ser investido no turismo e betão isso só seria desenvolvimento se melhorar a vida das pessoas que cá vivem e o que me parece que vai melhorar é as contas bancárias dos investidores porque os empregos que vão ser criados é mão de obra barata, vinculos precários, e os bons empregos vão ser destinados a mão de obra especializada de fora da região.
ACORDEM. ACORDEM antes que seja tarde.

comunista desiludido disse...

Perguntem ao Proença, ele deve saber, está é à espera para depois dar na cabeça dos outros,.......eles é que tiveram a culpa, os do Ps, eles é que tiveram a culpa, etec, etc, " coisas do senhor Proença que escuasa de me vir pedir o voto, pois daqui nada leva, e não me identifico porque ele é pessoa para me prejudicar!!! Aguardemos por dias de campanha eleitoral, e pelo veredicto do povo.

Anónimo disse...

só me identifico como anónimo para não ter que fazer outro registo.
Jorge Tomás, a viver em Santiago.

dei com este blog pesquisando pelo dito traçado, onde passava, alternativas, etc ....
na realidade não existe nada que possamos consultar, quanto ás outras "divagações partidárias" e afins existentes no blog só tenho uma coisa a dizer.
não sofri na pele a ditadura, mas aquilo que posso constatar é o seguinte.
1º Uma democracia bem gerida é bem pior que uma ditadura.
2º Em nome da Liberdade e da justiça vez-se muita coisa, principalmente roubar.
3º Senão temos gente capaz, porque continuamos a dar-lhes o poder?