11.24.2007

AMLA e REGI parte II

Realmente, pelo que se tem visto de acusações e contra acusações pelos autarcas das duas cores politicas envolvidas nesta luta, a verdade salta logo à vista...é uma questão de favores, "tachos", ambições pessoais, e em que a região e o serviço publico passa para segundo plano.
Será que Alentejo Litoral e os que realmente gostam desta região merecem isto?

18 comentários:

Zé Povinho disse...

É o resultado dos politicos carreiristas e mediocres que temos no Alentejo Litoral. Degladiam-se pelo poder, e pelos lugares e tachos para os camaradas e amigos da sua confiança, como se disso dependesse a sua própria vida.
Naturalmente que quem perde é a região, que se vai atrasando com estes entretantos, fundos que se esfumam ser se ver onde, projectos que não se desenvolvem, e o Zé Povinho assiste a tudo isto com estufecção e impotência.
Se estes políticos tachistas (sem excepção) fossem todos varridos à vassourada ainda era pouco...para o mal que estão a fazer à região.

Anónimo disse...

é resultado de quem não se conforma. É resultado de quem pode numca mais vir a ter os pés assentes na AMLA. É o resultado de tanta ganância do PCP, que perdeu, perdeu, vai continuar a perder e não conseguirá recuperar. É o resultado de má gestão do PCP que agora começa a ver o terreno a fugir-lhe debaixo dos pés. É evidente que vão perder, para quem não sei, mas vão perder, lá isso vão, e é em todo o litoral alentejano.

Anónimo disse...

Só é problema porque a CDU já não é detentora do poder. Se bem se lembram, até 2005, quem mandava era a CDU, agora acabou. Estão lá os outros e a coisa corre mal. é só isso.
depois e como já li aqui neste fórum, está lá o marido de uma vereadora da CDU, se calhar a CDU quer que seja ele a mandar. Se calhar é isso. Coisa de paritdos

Anónimo disse...

Este assunto AMLA/REGI ou REGI/AMLA, já não tem interesse até porque, os presidentes da CDU, como se viu em publicação do litoral alentejano, meteram a "pata na poça". Seria mais vantajoso e até lhe ficaria bem se se interessassem pela vida nos territórios que gerem; coisa que, ao que parece, fazem mal. Lanço para o debate a questão da requalificação e melhoramentos urbanos em Santo André. Apelo ao moderador deste fórum que coloque em debate as seguintes questões:
1 - Bairros sem arranjos em Santo André há vários anos; o que tem a câmara feito?
2 - Bombas da GALP, qual a razão de um equipamento educativo tão em cima, logo pegado às bombas;
3 - Descontentamento das populações em relação à gestão CDU

Bigodes disse...

Saiem uns mas os que entram são iguais, pelo que fica tudo na mesma. O Litoral Alentejano é uma região sem esperança, embora ainda vá coseguir ir mantendo algumas potencialidades por mais algum tempo. Mas com estes projectos todos que estão a instalar-se na região isto fica tudo nas mãos de meia duzia de investidores, a explorar mão de obra barata, com locais que vão estar inacessiveis à maior parte da população. E se eles um dia puderem ainda açambarcam umas quantas praias para o privado de alguns empreendimentos e nós ficamos com os postais do antigamente. Sim, porque estas politicas dos autarcas de Santiago, Sines, Grândola e Alcácer deixam eles fazerem o que querem.
Quanto a AMLA, será que alguma vez foi algo mais do que uma sigla ?

Anónimo disse...

De certa forma até concordo com o Bigodes porque os anos vão passando atrás uns dos outros e a região não passa disto

Anónimo disse...

Experimentem mudar o voto, pode ser que algo mude. Discordo completamente que seja uma região sem esperança. Pelo contrário, temos é de fazer força para dar força à esperança mudando de politicas com os nossos votos numa desejada alternância democrática porque a CDU está desgastada e esgotada de ideias. Qualquer pessoa de bom senso vê que os executivos de Santiago e Sines e até Grândola estão a baixar de qualidade desde há uns anos para cá. É evidente que precisamos de dois ou três lideres de opinião com capacidade de mobilização, que intervenham frequentemente na vida pública da região e que consigam criar uma vaga de fundo. Mas para isso é preciso trabalhar intensamente nos meios rurais, onde normalmente só a CDU consegue chegar.

Espiga Alentejana disse...

Acabei de ouvir o sr Cachadinha na Antena Miróbriga, da associação de empresários do litoral alentejano e esse é mais outro que está cá a mais. Diz o homem que os empreendimentos turísticos previstos para Grândola são bem vindos, quase que dizendo que quanto mais melhor...
Deve estar só a pensar em cifrões, só pode...
Diz que são investimentos que vão ter grande impacto na região!!! Há pois vão...só quando tocar a pagar a factura já ele cá não deve estar. E é assim, a esta gente que estamos entregues...Sinceramente...

Lopes disse...

Também acho...o Sr. Cachadinha aparece em tudo, acha-se importante, uma figura, mas não tem feito nada que se veja. Mais outro atras do poleiro.
Só nos saem é duques!

Anónimo disse...

A amla e a regi são dois casos perdidos. Quanto ao Cachadinha, o melhor que fazia era não abrir a boca para não dizer tanta babuseira.
Estou curiosa para saber como vai acabar este caso da regi que com o percurso que tem tido não deve ter um final feliz. Lamento que os dinheiros públicos andem nestas boladas e disputas de interesses que não levam a nada. Melhor. Levam mas é ao prejuizo do Litoral Alentejano, apenas isso. É uma tristeza.

Vicente disse...

Já que a AMLA é gerida pelo PS não lhes tinha ficado nada mal terem lutado por não se pagar portagem no novo IP8 como o nosso (des)governo quer fazer. Acho que é vergonhoso nem sequer se terem oposto a isso. Eu pelo menos ainda não vi nada da AMLA sobre isso. Não concordo com o pagamento de portagens no IP8. Acho que a região está a precisar é de incentivos não é de taxas, portagens e outras alcavalas.

Anónimo disse...

No que respeita a regiões digitais o trabalho da REGI deve ser o mais mediocre do país. Outras regiões digitais começaram depois de nós e os seus projectos já estão implementados no terreno há bastante tempo. Não sei o que é que está a falhar aqui, mas o que é evidente é que são dinheiros dos nossos impostos que estão em causa e é preciso dar informações, justificações, explicações e apresentar relatórios públicos periódicamente às populações para ter-mos a certeza que o processo é transparente.

Ponto Verde disse...

Você comeria peixe criado numa piscicultura que estivesse ao lado de uma ETAR e de estaleiros navais e num Estuário/Sapal para onde fosse despejado, sem tratamento o esgoto de mais de 100000 pessoas?

Mais em:

www.a-sul.blogspot.com

Anónimo disse...

Não sei se será ssim tão má. A gestão na REGI não correu pelo melhor mas a CDU também pode vir agora dizer que a culpa é dos autarcas do PS,porque eles também já lá estiveram e a coisa já não corria bem,só que estava "tapada", como o PCP gosta e bem sabe fazer, TAPAR o Sol com a peneira´.. pois já a coisa não era famosa. Mas que tendência têmeos autarcas da CDU para apontarem o dia aos outros. Já viram bem as trapalhadas que eles fazem nos concelhos onde são poder??? Afinal não são melhor que os outros. E quanto às vaidades do tal Frade, então o Proença não é vaidoso? Muito mais vaidoso, muito mais, pois até utiliza o site da Câmara para colocar a foto aquando do recebimento do prémio de melhor autarca, pois, então. E agora o outro é que só quer aparecer nas fotos? o Proença usou o site da Câmara para colocar a sua foto, está errado. Ele tem pés de barro, que se cuide, e o melhor é arrumar as malas e marchar, andorrrr

Crescer disse...

"Não sei se será ssim tão má." referente à gestão da REGI.

Faça como as avestruzes e enterre a cabeça na areia. Olhe, junte-se aquelas ali ao pé de Porto Covo em pleno Parque Natural e talvez vire animal raro ou em vias de extinção.

" O pior cego é aquele que não quer ver."

Se não paga impostos, "ssim" o problema não é seu é dos outros.

Em relação a outros assuntos. Estando sensivelmente, todos os autarcas eleitos dos Municípios do
Litoral Alentejano a meio dos seus mandatos, gostaria, caso fosse possível que o blog Alentejo Litoral pudesse comparar o programa eleitoral de cada um dos autarcas com o que se passa no terreno ou o que ainda falta concluir.
Deixo a sugestão!

Crescer disse...

Para o Ponto Verde:

Já comeu tainhas do Sado?
Não é "pupu" de 100000, mas de 10000.

É só uma questão de números!

Há quem goste, mas gostos não se discutem.

Anónimo disse...

Era interessante agora a meio dos mandatos fazer-se um balanço do que foi prometido em relação ao que foi concretizado em todo o litoral alentejano. Mas claro, em 2009 vão aparecer obras por todo o lado.
Vamos ver a região transformada num autêntico estaleiro. Querem apostar?

Anónimo disse...

Boa ideia realmente é estranho que as forças politicas das oposições não aproveitem o final do ano para fazerem o balanço desta metade do mandato dos municipios do litoral, até parece que não há forças das oposição.
Onde é que andam os partidos que perderam as eleições ?
O que é que acham do que foi prometido e que foi feito neste mandato que está a meio ?
Ninguém diz nada ?
Estão satisfeitos com o trabalho feito ?