10.16.2007

Feira do emprego e empreendedorismo em Sines

Está de parabéns a Câmara Municipal de Sines pela iniciativa da "1ªFeira do emprego, formação e empreendedorismo do litoral alentejano", que decorreu de 10 a 15 de Outubro.
Com um programa interessante, em que se conjugou a parte expositiva com worshops temáticos e em que se reflectiu sobre o mercado de trabalho e empreendedorismo no Litoral Alentejano.
Como temas em volta do Mercado de Trabalho do Alentejo Litoral, debateram-se a "Industria, Energia e Logística", o "Empreendedorismo e Qualificação" e o "Turismo".
Foi bom ver responsáveis autárquicos, responsáveis empresariais, pessoas com responsablidade social, agentes de formação, promotores, jovens envolverem-se nesta iniciativa.
Tiveram lugar intervenções de extrema importância, em que se podem destacar a do Professor Augusto Mateus, responsável pelo futuro "Plano Estratégico do Alentejo Litoral" (vamos estar atentos) e do Professor Costa Lobo, responsável pela equipa que irá elaborar a revisão do PDM de Sines...dois documentos que irão alterar o panorama local e regional.
Duas notas:
O local da exposição - o Centro de Artes de Sines - talvez não seja o mais apropriado, pela sua estrutura labiríntica e que fragmentou muito a mostra e, segunda nota, a ausência das outras autarquias do Litoral Alentejano.
Um evento desta importância deveria ser mais participado pelos outros municípios....deve...ou antes tem de haver uma convergência neste aspecto fundamental da economia regional.

3 comentários:

Vicente disse...

Naturalmente que a iniciativa é válida, também me surpreendeu, mas tem de ser alargada e abranger os restantes concelhos da região. A região tem de ser vista e desenvolvida como um todo, e não apenas concelho a concelho. Realmente é pena que os concelhos do Litoral Alentejano não se unam em matérias de relevância regional. Quem perde é a região e as populações.

Miguel goes disse...

Boa realização...espera-se a continuação...falaram-se de temas interessantes.
Mas falta uma debate alargado sobre o turismo.
E houve algumas coisas que ficaram por esclarecer:
Esqueceram-se que talvez 2/3 do Concelho de Sines é do Estado (antigo GAS).
Não se falou da faixa Sul, entre Sines e Porto Covo.
O presidente falou que o Terminal XXI iria até à tomada de água na Cetral Termoeléctrica...ou seja...os turistas atravessam uma parede de contentores até chegarem aos locais turisticos...excelente cartão de visita!
Falou-se numa estrada da Comporta a Lagos....serão que não vai rasgar todo o litoral?...espera-se que seja para dentro da Barragem de Morgavel (que também foi ignorada).
Como se vê...muito existe para se falar...e aqui ficam alguns para reflexão.

Silvestre disse...

Para ser sincero não acompanhei o evento mas não deixo de ficar preocupado sabendo que não se discutiu a componente "turismo" como ela merece. Mais agora numa altura importante para a região, em termos de desenvolvimento turistico. Não sei, mas tenho a sensação que os nossos representates do poder local enchem muito a boca com a palavra turismo, mas na prática o que vejo é só desnorte e falta de senso. Oxalá esteja enganado, mas pelos dados disponíveis não se augura nada de bom.