10.25.2007

AMLA....REGI...

Gostaríamos de saber exactamente o que é a AMLA?....o que é a REGI?
Quais os objectivos... o que pretendem...para que servem...quais as suas realizações...
Muito se tem falado, mas pouco se tem visto...
Mais parecem um clube de comadres, para onde vão alguns "reformados" ilustres, onde se passa mais tempo em guerras de poder do que em coisas concretas para a região.
Como é que se articulam com outras associações (ADL por exemplo) ou com o verdadeiro poder na região (a Caixa Agrícola de Santiago do Cacém)?
Será que são realmente necessárias?
Aguardamos por um debate interessante.

23 comentários:

Vicente disse...

Também eu gostava.
Diz que iam fazer um portal do litoral alentejano, mas vejo aquilo demasiado fraco. Para tanto dinheiro gasto, para tanto tempo em exercício digo-vos que esperava muito mais. Nos jornais vejo ataques entre câmaras, uns dizem isto outros dizem aquilo. Mudam-se os responsaveis da empresa constantemente e os resultados não surgem. Parece um autêntico flop e até agora ainda não consegui ver o que é que a região tem ganho com a regi. Só se é defeito meu. De qualquer maneira está lá dinheiro público, dinheiro dos nossos impostos e acho que deviam ser dadas mais explicações às populações e também assumirem-se responsabilidades pelo mau funcionamento da empresa. Não se pode andar a esturrar dinheiro sem resultados à vista e não serem pedidas responsabilidades. Só espero é que a regi não esteja politizada e esteja a servir de guerras de poder partidárias. Seria muito mau para a região.

Anónimo disse...

A REGI é um caso perdido. Tudo aquilo que começa mal nunca mais tem remédio, por muitos analgésicos que lhe injectem. Extingam-na e fundem outra estrutura mas com pés e cabeça e com os partidos a milhas de distância antes que se escoem os milhões de que a dotarem sem se saber onde estão aplicados.

crescer disse...

A AMLA é uma Associação de Municípios. A REGI é uma região digital. A ADL é uma associação de Desenvolvimento. A Caixa Agrícola é um Banco.
Bem se formos a Évora, temos o Évora Distrito Digital, a Associação de Municípios chama-se AMDE e deve ter umas quantas associações de desenvolvimento no distrito, pelo menos lembro-me da Terras de Dentro e da Monte. E bancos é capaz de ter mais do que o Alentejo Litoral!

Chico Otário disse...

O que é a Regi para além de meia dúzia de belos tachos que outros tantos individuos ?
O que é que o Litoral Alentejano já lucrou com a Regi ?
Tenham paciência...

de cá disse...

Pois obrigado pela explicação...isso ja todos sabemos....mas o que fazem...ou o que tem feito??
Comparar Évora com o Alentejo Litoral?...é uma ideia interessante...e a nível de patrimonio, de actividade cultural...teríamos muito a aprender.
Uma região digital é uma ideia interessante....mas se nem sequer sabemos o que queremos, o que vamos ter na nossa região...e partirmos logo para a digital...não sei.
Bom...vendo bem...se calhar é melhor apostarmos na região VIRTUAL...porque a REAL está a desaparecer!

Anónimo disse...

Quando a CDU mandava na AMLA,na AMBILITAL e até na mais recente, a REGI, as questões não se colocavam. Pois a CDU teve na AMBILITAL um ex-presidente de Câmara; foi a forma de lhe continuarem a garantir o tacho. Na AMLA Também lá esteve um elemento da CDU; foi a forma de o poder ficar nas mãos da CDU.E quanto à REGI, meus amigos, o problema é só porque a maioria é PS e vão ser eles a escolher, quer a CDU goste ou não. E outro problema é porque o Senhor Presidente da Câmara de Santiago quer meter a unha na REGI!! pois ele quer manter os amigos da CDU que lá estão. Parece que um dos maiores "tachos", dizem, é só o esposo de uma distinta Senhora Vereadora eleita nas listas da CDU no Distrito de Setúbal? Afinal a CDU tem também interesses nesses lugares, pois claro que tem. Afinal a CDU também tem a sua gente nestes lugares. Ou será que querem tudo só para eles???O problema é que eles não se conformam. E como funcionavam estas empresas no tempo deles,da CDU? já se esqueceram? Têm memória curta; não me venham agora com histórias que é por ser do PS. É um problema de competências, só isso. Não acho que seja um caso perdido.Pode ser recuperável e ainda fazer bom trabalho

crescer disse...

Para mais explicações da REGI:

"Os projectos de Cidades e Regiões Digitais, com um investimento total superior a 200 milhões de euros, envolvem soluções de administração pública electrónica para administrações locais, condições de reforço da concorrência de pequenas e médias empresas e um amplo leque de serviços centrados nos cidadãos, como por exemplo, de informação, saúde segurança, apoio social, educação, cultura, etc.

Os projectos de Cidades e Regiões Digitais são uma componente fundamental da mobilização da sociedade para a utilização das TIC, ao diversificarem actores e envolverem pessoas e entidades dos vários pontos do país em acções concretas e dirigidas para a realidade local. Estimulam o desenvolvimento de novas capacidades de realização, criam oportunidades de trabalho em cooperação e promovem a apropriação social das TIC e o uso da Internet por segmentos da população distribuída no território. São por isso um agente importante de desenvolvimento económico e social das cidades e regiões do país e de combate aos desequilíbrios regionais tradicionais, pela boa utilização das novas tecnologias.

Mas os projectos de Cidades e Regiões Digitais são, sobretudo, um poderoso instrumento de mobilização de actores locais para a Sociedade da Informação, contrariando a força atractora dos centros de desenvolvimento que sempre se faz sentir quando se generalizam novas tecnologias de comunicação sem que haja um desenvolvimento local baseado nessas mesmas tecnologias e nas actividades que elas potenciam. " in http://www.umic.pt

Para saber mais consultar www.cidadesdigitais.pt/

de cá disse...

Caro crescer
Obrigado pela explicação mas no essencial ficámos na mesma...

Anónimo disse...

mas que grande preocupação que gira à volta da REGI. Só há um problema - o autarca Proença quer mesmo interveir no processo de escolha mas o autarca Paredes, já o mandou às favas. Pois claro, ele que escolha nas áreas dele, e dê corda aos sapatos porque caso contrário nem as operações de charme lhe valerão. Está acabado, abatido , enfraquecido, e com o mesmo discurso. Melhor mesmo do que ele, está o autarca Coelho, que não se dá por vencido e lá vai, ora daqui, ora dali, coloca os problemas à dsicussão e não se rala com o PCP. Assim é que é. Aprende com o autarca Beato que se marimba para os partidos e só faz o que lhe apetece. Vão todos bem, menos o autarca Proença que se desunha para manter a imagem de Senhor e não passa de um atamancado. E depois vem pedir contas sobre as competências e curriculos dos outros...ahhh essa é do melhor!!!! Não deite pedra aos telhados dos outros pois os seus também são de vidro!!!

Sertório disse...

Ora aí está...
Pois o problema é que todos querem controlar tudo. Cada partido à sua maneira e colocando lá pessoas da sua confiança politica. A guerra está aí, está nisso mesmo. E meus amigos nem socialistas são melhores que comunistas ou vice-versa. Querem todos o mesmo, não venham com estórias. É tudo farinha do mesmo saco.
Não faço ideia de como isto se podia resolver, porque é uma empresa com capitais dos municípios e todos lá metem a unhaca, tentando controlar a actividades e os lugares de chefia.
O que é certo e o que está à vista é que a regi até agora é uma desilusão. Isso é o que eu vejo.
Se ainda tem cura ou está moribunda, o futuro dissipará essas dúvidas. Ver para crer!!!

Crescer disse...

Três perguntas para 10 000 mil contos!

1) O que aconteceu na REGI após as eleições autárquicas?

2) O que achava o Presidente da Câmara Municipal de Odemira do que se passava na REGI?

3) Qual era o ambiente de trabalho na REGI?

Porque há tachos e tachos, há estratégias e competências. A REGI só tem o tacho!

Ainda mais explicações da REGI:

- Desenvolver sítios institucionais na Internet;

- Produzir conteúdos para a Internet e outros suportes (on e offline);

- Implementar módulos de serviços e comércio electrónico em sítios na Internet já existentes;

- Realizar consultoria estratégica;

- Conceber e implementar programas de formação e sensibilização.

in www.regi.pt

Bem no real o que aconteceu. A REGI constituiu uma série de parcerias/protocolos com entidades e empresas regionais para a criação de sites. Disponibilizou verbas para alguns (poucos) locais para internet na sub-região. E que eu saiba, mais nada! Ah os sites das Câmaras e o portal do Alentejo Litoral!

Agora o que se passa na REGI, acontece e aconteceu em muitas outras regiões digitais do país. Aqui talvez tenha sido mais grave.

Agora não queiramos enfiar a cabeça na areia e entender que estas instituições possam ser um exemplo!

É por isso que só contra a regionalização só se cria mais tachos!

Alentejana santiaguense disse...

É de lamentar o que as guerras politicas fazem em prejuizo da nossa população e consequentemente da nossa região, quando deviam ser os partidos os primeiros a entenderem-se a nossa favor.
Abaixo os politicos carreiristas.
Abaixo os politicos incompetentes.
Abaixo os politicos ignorantes.
Abaixo os politicos falsos democratas.
Abaixo os politicos que prometem mas não cumprem.

Anónimo disse...

Agora a CDU quer a demissão de todo o conselho de Administraçao da Regi!! Boa e então quando estavam na AMLA e só faziam tretas!!! então?? Senhores autarcas da CDU, tenham juizo. vejam lá se o pessoal desãta a dizer como eram as coisas na AMLA e na REGI e na AMBILITAL antes do PS lá estar. cuidado, é preciso atenção, pois acho exagero da CDU à volta da gestão destas empresas.

Vicente disse...

É por causa destas intrigas e lutas partidárias é que esta região está como está, por isso muita gente já nem se desloca a votar quando há eleições. Anda tudo à cata de poder, o que não tinha nada de mal se isso fosse para desenvolver a região e não para agradar aos partidos. A REGI é o exemplo acabado disso mesmo.

NV disse...

Mais um REGIcídio!
Quero ver o que vai acontecer? vai cair (sem a culpabilização de quem sai)ou vai continuar (com a desculpabilização de quem fica e a culpabilização de quem sai).
Já agora, a REGI já dá buraco faz tempo, acordaram agora ou já cheira a eleições?

Almerindo disse...

Buraco ???
Aquilo mais parece uma cratera a crer pelo que se lê e ouve. É claro que a regi é essencialmente uma vítima da má politica e administração dos fundos públicos muito comum na nossa região, e das guerras politico-partidárias que se degladiam pelo poder, sem tréguas e com muita intriga à mistura.

Anónimo disse...

Dizem?
Esquecem.
Não dizem?
Dissessem.

Fazem?
Fatal.
Não fazem?
Igual.

Por quê
Esperar?
– Tudo é
Sonhar.

A propósito de intrigas e lutas partidárias, e os ideais pelas ruas da amargura... mais um lembrete de Pessoa poeta.´

Uma injunção à acção..?

Anónimo disse...

Declarada a guerra, definidos os campos de batalha e os alvos, eis que se preparam os exércitos da CDU para mais um ataque aos seus colegas autarcas do PS , em maioria no Litoral alentejano. Espanto de todos aparece o autarca Proença e o seu colega Coelho, que com o apoio da DORLA, se atiram aos lugares na AMLA , REGI e outras, Pois borlas queriam eles. Ficou mal vistos, muito mal vistos!!! Baixos golpes. Já se esqueceram dos tempos em eram eles a maioria!!! Meus amigos a escolha está feita! se fosse a CDU faria o mesmo, que vos parece? escusam de fazer barulho porque quanto mais refilam pior para a CDU e é pena.

Zezinha disse...

Se alguém me puder explicar para que serve a AMLA, e o que é que tem feito pelo litoral, agradecia. Mas expliquem-me como se eu fosse muito, muito burra!!!
E já agora porque é que já estando no terreno há tanto tempo a REGI nós vamos ao portal do litoral alentejano e as principais secções há meses que dizem apenas "Informação brevemente disponível".
E porque é que há tanto tempo que o site da AMLA está em construção e não informa nada ?
Será que a AMLA e a REGI existem ou serão apenas um delirio da nossa imaginação?

Vicente disse...

Sugiro ao coordenados deste blog que introduza o tema da candidatura dos municípios do Litoral Alentejano para o novo Sistema de Abastecimento de Água e Saneamento Básico. Sabe-se agora que os nossos autarcas de Sines e Santiago vão avançar com uma candidatura próprio, sem os outros concelhos socialistas que integram a AMLA.
Afinal o que é que se passa ?
Estamos no auge de uma "guerra" fraticida entre socialistas e comunistas dentro da AMLA?
Que repercussões tem isso para a população do Litoral Alentejano ?
Como é que se resolve esta questão relativamente à candidatura ?
Quem é que está do lado da razão ?
Porque é que a candidatura foi chumbada por Bruxelas ?

Acho que este tema, que é transversal a todos os concelhos do Litoral Alentejano devia vir aqui ao blog, e se possível com informação que as populações não conheçam porque este processo arrasta-se, arrasta-se, arrasta-se e não tem fim anúnciado.

Anónimo disse...

que gente tão sábia ... tanta dor ... tanta dor

Anónimo disse...

Eu pergunto ao snr.presidente da Câmara de Sines e á G.N.R.local qual o respeito que têm pelos mun
icipes autorizando a abertura de (três)bares na rua Teófilo Braga,nº43,45,47,abertos até altas horas da madrugada,sem control.Barulho na rua,musica ao vivo com culunas viradas para a rua,os dois primeiros instalados num prédio centenário com soalhos de madeira.Chama-se a G.N.R.não actua,escreve-se ao presidente tudo continua na mesma.Quem se lixa são aqueles que se têm de levantar cedo para ir trabalhar.Por favor haja pelo menos compaixão,sem se esquecerem que as pessoas não dormem.Tudo tem um pricípio e um fim,Vamos ver.

Anónimo disse...

Tanto a AMLA como a REGI estão dependentes da cor política mais presente nos cinco municípios.
A partir daí... é a luta constante.
Eu ainda não vi um mínimo esforço para a realização de uma estratégia supra-municipal e de uma estratégia para a região. Nem da parte do PS nem da CDU. Preferem as guerrinhas internas. O meu partido é melhor que o teu ...! O meu concelho é melhor que o teu...!
E culpo aqui também as pessoas, com os seus bairrismos.
Vejo que aqui no litoral não ao sentir de ser alentejano mas podia haver o sentir de ser do Litoral Alentejano. Podia haver o orgulho.
Só nos dá orgulho as nossas praias e pouco mais. E vamos ver até quando.
Claro Vicente que isto está tudo politizado, mas pior mal politizado,renegando para último os interesses da região e as suas gentes.
Isto é, ou guerra entre municípios termina ou só vamos ter paz quando um se sobrepor aos outros, como capital desta região.
O futuro o dirá...